Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Variedades
Oceanic Aquarium vai reverter 100% do valor líquido da bilheteria para a Viva Bicho nesta quinta

Terça, 7/7/2020 14:57.
Divulgação

Publicidade

O Oceanic Aquarium vai reverter 100% do valor líquido (excluindo taxas e impostos) da venda de ingressos desta quinta-feira (9) para a ONG Viva Bicho, que sofreu grandes danos em seu abrigo, que fica no Bairro Nova Esperança, por conta do ciclone bomba.

Na semana passada o Oceanic comemorou a conquista de dois selos de segurança, que garantem que o local está apto a receber os visitantes durante a pandemia: o Turismo Responsável - Limpo e Seguro, do Ministério do Turismo, e o Safe Travels, do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Apoiando a Viva Bicho

Quem visitar o Oceanic na quinta-feira (9) estará ajudando a ONG Viva Bicho. A venda dos ingressos, que custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), será 100% revertida (valor líquido) para a instituição que teve prejuízos materiais com o vendaval de terça-feira (30) que atingiu o abrigo. A Viva Bicho também está aceitando doação de caminhas, cobertores e toalhas para os 500 cães e gatos que estão no abrigo aguardando por um lar, além de material de construção e mão de obra voluntária.

Oceanic reabriu em junho

O Oceanic voltou a receber ao público desde o dia 11 de junho – até então, somente a equipe de colaboradores estava atuando no cuidado e manutenção dos animais. O aquário conta com aproximadamente 120 espécies e mais de dois mil animais, entre pinguins, arraias, tubarões, lontras e jacarés, além de moreia, polvo, e diversos peixes.

Seguindo todas as regras impostas pela pandemia, o aquário recebeu os selos do Ministério do Turismo e do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). O selo brasileiro Turismo Responsável é conferido a estabelecimentos turísticos, que implantaram medidas de biossegurança e limpeza na prevenção ao Coronavírus. E o internacional Safe Travels reconhece governos e empresas em todo o mundo que adotaram protocolos padronizados globais de saúde e higiene.

Ambos têm a intenção de recuperar o setor com o objetivo de tranquilizar os turistas e trazer de volta a confiança para terem uma visita segura e responsável.

Entre as medidas adotadas pelo Oceanic Aquarium estão: a instalação de renovadores de ar, túnel de desinfecção com ozônio, tapetes químicos, sanitização diária com empresa certificada, treinamento com os colaboradores, dispenseres de álcool em gel e informativos de orientação. O aquário contratou também uma equipe médica para acompanhar a saúde dos colaboradores. Tudo para atender as novas exigências dos visitantes cada vez mais atentos à questão da segurança e higiene.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Oceanic Aquarium vai reverter 100% do valor líquido da bilheteria para a Viva Bicho nesta quinta

Publicidade

Terça, 7/7/2020 14:57.

O Oceanic Aquarium vai reverter 100% do valor líquido (excluindo taxas e impostos) da venda de ingressos desta quinta-feira (9) para a ONG Viva Bicho, que sofreu grandes danos em seu abrigo, que fica no Bairro Nova Esperança, por conta do ciclone bomba.

Na semana passada o Oceanic comemorou a conquista de dois selos de segurança, que garantem que o local está apto a receber os visitantes durante a pandemia: o Turismo Responsável - Limpo e Seguro, do Ministério do Turismo, e o Safe Travels, do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Apoiando a Viva Bicho

Quem visitar o Oceanic na quinta-feira (9) estará ajudando a ONG Viva Bicho. A venda dos ingressos, que custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), será 100% revertida (valor líquido) para a instituição que teve prejuízos materiais com o vendaval de terça-feira (30) que atingiu o abrigo. A Viva Bicho também está aceitando doação de caminhas, cobertores e toalhas para os 500 cães e gatos que estão no abrigo aguardando por um lar, além de material de construção e mão de obra voluntária.

Oceanic reabriu em junho

O Oceanic voltou a receber ao público desde o dia 11 de junho – até então, somente a equipe de colaboradores estava atuando no cuidado e manutenção dos animais. O aquário conta com aproximadamente 120 espécies e mais de dois mil animais, entre pinguins, arraias, tubarões, lontras e jacarés, além de moreia, polvo, e diversos peixes.

Seguindo todas as regras impostas pela pandemia, o aquário recebeu os selos do Ministério do Turismo e do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). O selo brasileiro Turismo Responsável é conferido a estabelecimentos turísticos, que implantaram medidas de biossegurança e limpeza na prevenção ao Coronavírus. E o internacional Safe Travels reconhece governos e empresas em todo o mundo que adotaram protocolos padronizados globais de saúde e higiene.

Ambos têm a intenção de recuperar o setor com o objetivo de tranquilizar os turistas e trazer de volta a confiança para terem uma visita segura e responsável.

Entre as medidas adotadas pelo Oceanic Aquarium estão: a instalação de renovadores de ar, túnel de desinfecção com ozônio, tapetes químicos, sanitização diária com empresa certificada, treinamento com os colaboradores, dispenseres de álcool em gel e informativos de orientação. O aquário contratou também uma equipe médica para acompanhar a saúde dos colaboradores. Tudo para atender as novas exigências dos visitantes cada vez mais atentos à questão da segurança e higiene.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade