Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Variedades
Consolidação nacional da cultura Retrogamer é tema de evento em Santa Catarina

Quarta, 25/9/2019 14:30.
Divulgação

Publicidade

Florianópolis será sede da quinta edição do RetroSC, no próximo dia 5, na sede da Associação dos Servidores Civis da Segurança Pública de Santa Catarina (ASSESP), no bairro Campeche, das 9h às 21h. O evento que surgiu de um simples grupo de whatsapp com colecionadores catarinenses e apaixonados pelo universo Retrogame, hoje se consolidou como um encontro nacional, que cresce a cada edição e reúne integrantes em todo o Brasil.

“Quando criamos o grupo em 2016, era só um hobby que nos unia. Mas a paixão e o entusiasmo pela tecnologia retrô, mais especificamente computadores e videogames dos anos 70, 80, 90 e 2000, começou a cativar mais gente, e a curiosidade até de quem não viveu essa geração. Isso nos fez pensar um pouco além”, revela Eduardo Loos, um dos organizadores do evento.

Convidados nacionais

Na edição deste ano presenças ilustres estarão no RetroSC. Fábio Michelin, do canal RGB Inside do Youtube e do Facebook, um dos mais respeitados dentro da área técnica e de manutenção de jogos antigos, e também, Eric Fraga, baiano de Salvador, do Canal Cosmic Effect.

“Nem acredito que estarei aí com vocês. Meu canal é pequeno comparado a outros, mas realmente sinto que as pessoas que me acompanham não só curtem, mas se emocionam em jogar videogame”, confirma Fraga, que promove no Youtube um dos conteúdos mais diferenciados e poéticos da rede.

Além dos equipamentos e da troca de experiências, quem for ao RetroSC vai apreciar colecionismo, ver itens raros como cartuchos, disquetes e fitas k7 de jogos e outros programas, livros e revistas, periféricos e acessórios.

O grupo tem membros de diversas cidades de Santa Catarina e promove encontros semestrais: um evento itinerante, realizado no primeiro semestre, e o evento principal, em Florianópolis no mês de outubro.

Marcus Garrett

Uma das presenças mais aguardadas é a do escritor e produtor Marcus Garrett, diretor do documentário “1983: O ano dos videogames no Brasil”, e que está em processo de produção de um novo especial: “Loading”. Garrett é autor de diversos livros na área e para esse novo trabalho captou depoimentos de pessoas que participaram ou viveram a experiência dos jogos eletrônicos no Brasil desde sua chegada.

“Nesta edição, contamos ainda com participação de editoras, desenvolvedores de novos jogos para equipamentos antigos, youtubers, técnicos em manutenção e público em geral.” Reforça Loos. Ele lembra que o principal mesmo é que o visitante poderá viver a nostalgia e relembrar os bons momentos.

Para quem se interessar, o RetroSC também promove exposição de verdadeiras relíquias eletrônicas, troca de informações, manutenção e reparos, demonstrações, testes, trocas de equipamentos e jogos. Nesta edição, haverá campeonatos com premiação aos vencedores, de jogos clássicos como “Street Fighter 2” e “Bomberman”.

Finalidade e objetivos

O grupo RetroSC tem como objetivos a preservação da história da informática pessoal e dos jogos eletrônicos, por meio da preservação equipamentos, mídia e publicações voltadas ao tema; pesquisa de equipamentos e software; restauro de equipamentos, mediante a troca de conhecimentos de seus integrantes; a difusão da cultura gamer e da história da microinformática para novas gerações; entretenimento e a confraternização de seus membros.

O evento tem entrada e estacionamento gratuitos e estrutura de alimentação com food trucks. 


Texto: Douglas Nazario


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Consolidação nacional da cultura Retrogamer é tema de evento em Santa Catarina

Publicidade

Quarta, 25/9/2019 14:30.

Florianópolis será sede da quinta edição do RetroSC, no próximo dia 5, na sede da Associação dos Servidores Civis da Segurança Pública de Santa Catarina (ASSESP), no bairro Campeche, das 9h às 21h. O evento que surgiu de um simples grupo de whatsapp com colecionadores catarinenses e apaixonados pelo universo Retrogame, hoje se consolidou como um encontro nacional, que cresce a cada edição e reúne integrantes em todo o Brasil.

“Quando criamos o grupo em 2016, era só um hobby que nos unia. Mas a paixão e o entusiasmo pela tecnologia retrô, mais especificamente computadores e videogames dos anos 70, 80, 90 e 2000, começou a cativar mais gente, e a curiosidade até de quem não viveu essa geração. Isso nos fez pensar um pouco além”, revela Eduardo Loos, um dos organizadores do evento.

Convidados nacionais

Na edição deste ano presenças ilustres estarão no RetroSC. Fábio Michelin, do canal RGB Inside do Youtube e do Facebook, um dos mais respeitados dentro da área técnica e de manutenção de jogos antigos, e também, Eric Fraga, baiano de Salvador, do Canal Cosmic Effect.

“Nem acredito que estarei aí com vocês. Meu canal é pequeno comparado a outros, mas realmente sinto que as pessoas que me acompanham não só curtem, mas se emocionam em jogar videogame”, confirma Fraga, que promove no Youtube um dos conteúdos mais diferenciados e poéticos da rede.

Além dos equipamentos e da troca de experiências, quem for ao RetroSC vai apreciar colecionismo, ver itens raros como cartuchos, disquetes e fitas k7 de jogos e outros programas, livros e revistas, periféricos e acessórios.

O grupo tem membros de diversas cidades de Santa Catarina e promove encontros semestrais: um evento itinerante, realizado no primeiro semestre, e o evento principal, em Florianópolis no mês de outubro.

Marcus Garrett

Uma das presenças mais aguardadas é a do escritor e produtor Marcus Garrett, diretor do documentário “1983: O ano dos videogames no Brasil”, e que está em processo de produção de um novo especial: “Loading”. Garrett é autor de diversos livros na área e para esse novo trabalho captou depoimentos de pessoas que participaram ou viveram a experiência dos jogos eletrônicos no Brasil desde sua chegada.

“Nesta edição, contamos ainda com participação de editoras, desenvolvedores de novos jogos para equipamentos antigos, youtubers, técnicos em manutenção e público em geral.” Reforça Loos. Ele lembra que o principal mesmo é que o visitante poderá viver a nostalgia e relembrar os bons momentos.

Para quem se interessar, o RetroSC também promove exposição de verdadeiras relíquias eletrônicas, troca de informações, manutenção e reparos, demonstrações, testes, trocas de equipamentos e jogos. Nesta edição, haverá campeonatos com premiação aos vencedores, de jogos clássicos como “Street Fighter 2” e “Bomberman”.

Finalidade e objetivos

O grupo RetroSC tem como objetivos a preservação da história da informática pessoal e dos jogos eletrônicos, por meio da preservação equipamentos, mídia e publicações voltadas ao tema; pesquisa de equipamentos e software; restauro de equipamentos, mediante a troca de conhecimentos de seus integrantes; a difusão da cultura gamer e da história da microinformática para novas gerações; entretenimento e a confraternização de seus membros.

O evento tem entrada e estacionamento gratuitos e estrutura de alimentação com food trucks. 


Texto: Douglas Nazario


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade