Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Criada na umbanda, Juliana Paes diz que 'adora' frequentar cultos evangélicos
Reprodução/Instagram

Segunda, 23/1/2017 11:56.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar de ter sido criada na umbanda, Juliana Paes diz encontrar respostas para questionamentos internos em quase todas as religiões. Para a atriz, o fato de a religião umbandista não estar baseada em um só livro, como é o caso da Bíblia cristã, favoreceu sua visão plural a respeito do tema.

No "Encontro" (Globo) de sexta-feira (20), ela contou que frequenta os cultos em terreiros desde os dois anos de idade. "A minha avó era era chefe de terreiro. Toda a minha descoberta espiritual foi através deste fio. Quando eu fui ganhando a minha autonomia, busquei outras fontes de informação. Procurei estudar outras coisas, como o budismo e o kardecismo."

Ela ainda afirmou frequentar igrejas protestantes. "Tenho um irmão evangélico e adoro ir ao culto com ele." A artista defende que as pessoas ouçam o "que fale a seu coração", independente da orientação religiosa.

Nas últimas semanas, Juliana esteve no ar como a Zana de "Dois Irmãos", minissérie escrita por Maria Camargo e com direção artística de Luiz Fernando Carvalho. Como a trama foi gravada em 2017, ela já se prepara para o seu próximo papel, que será em "A Força do Querer", de Gloria Perez.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Criada na umbanda, Juliana Paes diz que 'adora' frequentar cultos evangélicos

Reprodução/Instagram
Segunda, 23/1/2017 11:56.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar de ter sido criada na umbanda, Juliana Paes diz encontrar respostas para questionamentos internos em quase todas as religiões. Para a atriz, o fato de a religião umbandista não estar baseada em um só livro, como é o caso da Bíblia cristã, favoreceu sua visão plural a respeito do tema.

No "Encontro" (Globo) de sexta-feira (20), ela contou que frequenta os cultos em terreiros desde os dois anos de idade. "A minha avó era era chefe de terreiro. Toda a minha descoberta espiritual foi através deste fio. Quando eu fui ganhando a minha autonomia, busquei outras fontes de informação. Procurei estudar outras coisas, como o budismo e o kardecismo."

Ela ainda afirmou frequentar igrejas protestantes. "Tenho um irmão evangélico e adoro ir ao culto com ele." A artista defende que as pessoas ouçam o "que fale a seu coração", independente da orientação religiosa.

Nas últimas semanas, Juliana esteve no ar como a Zana de "Dois Irmãos", minissérie escrita por Maria Camargo e com direção artística de Luiz Fernando Carvalho. Como a trama foi gravada em 2017, ela já se prepara para o seu próximo papel, que será em "A Força do Querer", de Gloria Perez.

Publicidade

Publicidade