Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Startup catarinense ganha reforço de idealizador do Rally da Pecuária
Reprodução

Sexta, 17/5/2019 12:40.

(AE) O ano de 2018 foi desafiador para a pecuária de corte no Brasil. O consumo interno de carnes diminuiu em função da economia desaquecida e da oscilação do dólar, que puxou para cima os custos de produção da atividade, pois diversos insumos e maquinários são precificados na moeda norte-americana.

Apesar de 2019 estar parecendo mais otimista para o setor pecuário, com potencial de retomada no crescimento econômico geral do país, e com a reabertura do mercado russo para a carne bovina brasileira, os players envolvidos com a pecuária não podem baixar a guarda, e devem buscar na excelência em gestão e no bom uso de seus recursos a garantia de um ano rentável.

É essa a aposta da startup catarinense JetBov, criadora da plataforma de gestão para fazendas de gado de corte que leva o mesmo nome da empresa. Através da plataforma, o pecuarista consegue monitorar e acompanhar todas as fases do processo produtivo da carne, incluindo as etapas de reprodução, engorda e venda dos animais, além de um aplicativo para tablets e smartphones para coletar dados em campo de maneira offline, como procedimentos sanitários, vacinas e evolução de peso, podendo aposentar o velho caderno de campo. O aplicativo conversa ainda com vários equipamentos de automação, como balanças e chips eletrônicos, o que agiliza o processo de manejo e evita retrabalhos, tornando os dados sobre a fazenda muito mais confiáveis e a gestão muito mais assertiva.

E para auxiliar a startup na missão de dar aos pecuaristas insumos para melhorar a gestão de suas fazendas, a empresa está contando com o conhecimento de Maurício Palma Nogueira, um dos idealizadores do Rally da Pecuária. Maurício atua a mais de duas décadas no mercado de pecuária de corte, e agora passa a integrar o quadro de conselheiros da companhia, no papel de conselheiro independente. “Nosso propósito é de empoderar o pecuarista através da tecnologia da informação, ajudando nas decisões tanto operacionais como estratégicas de uma fazenda de gado de corte. No final do dia, queremos que o produtor consiga acertar mais que errar. Nosso dia a dia resume se a buscar incansavelmente oportunidades de agregação de valor, para aumentar a produtividade e lucro da propriedade de forma sustentável, e profissionais como Maurício, nos trarão um know-how incomparável”, diz Xisto Alves Júnior, CEO da JetBov.

 

Maurício se diz otimista em participar do conselho da startup. “Em termos de posicionamento no concorrido e moderno mercado de startups, a JetBov também tem um bom diferencial. As diversas soluções apresentadas ao mercado que envolvem balanças, drones, chips e equipamentos dependem da melhoria na gestão de todos os processos que vêm antes destes. Ainda que os fabricantes ofereçam softwares específicos para seus próprios produtos, a viabilidade de uso dessas soluções em escala depende de uma ferramenta como a que vem sendo elaborada pela JetBov. Trata-se de um bom posicionamento no mercado”.

Segundo Elder Bruno, Diretor Comercial e de Marketing da JetBov, a empresa passa por um ótimo período. "A solução da JetBov está cada vez mais aderente à realidade dos pecuaristas de todas as regiões do Brasil. A prova disso está na expansão da empresa, que atualmente tem clientes em praticamente todos os estados do Brasil, além de clientes em Portugal, Angola, Moçambique e Paraguai, somando mais de mil fazendas, e controlando mais de um milhão e meio de animais", diz.

 

A empresa hoje conta com estruturas em Joinville/SC, Piracicaba/SP e Goiânia/GO, além de parcerias com universidades como a Esalq-USP, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Lavras e Instituto Federal Catarinense. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Saúde

As vizinhas Itapema (185) e Camboriú (105) lideram a lista de doentes autóctones


Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Startup catarinense ganha reforço de idealizador do Rally da Pecuária

Reprodução

Publicidade

Sexta, 17/5/2019 12:40.

(AE) O ano de 2018 foi desafiador para a pecuária de corte no Brasil. O consumo interno de carnes diminuiu em função da economia desaquecida e da oscilação do dólar, que puxou para cima os custos de produção da atividade, pois diversos insumos e maquinários são precificados na moeda norte-americana.

Apesar de 2019 estar parecendo mais otimista para o setor pecuário, com potencial de retomada no crescimento econômico geral do país, e com a reabertura do mercado russo para a carne bovina brasileira, os players envolvidos com a pecuária não podem baixar a guarda, e devem buscar na excelência em gestão e no bom uso de seus recursos a garantia de um ano rentável.

É essa a aposta da startup catarinense JetBov, criadora da plataforma de gestão para fazendas de gado de corte que leva o mesmo nome da empresa. Através da plataforma, o pecuarista consegue monitorar e acompanhar todas as fases do processo produtivo da carne, incluindo as etapas de reprodução, engorda e venda dos animais, além de um aplicativo para tablets e smartphones para coletar dados em campo de maneira offline, como procedimentos sanitários, vacinas e evolução de peso, podendo aposentar o velho caderno de campo. O aplicativo conversa ainda com vários equipamentos de automação, como balanças e chips eletrônicos, o que agiliza o processo de manejo e evita retrabalhos, tornando os dados sobre a fazenda muito mais confiáveis e a gestão muito mais assertiva.

E para auxiliar a startup na missão de dar aos pecuaristas insumos para melhorar a gestão de suas fazendas, a empresa está contando com o conhecimento de Maurício Palma Nogueira, um dos idealizadores do Rally da Pecuária. Maurício atua a mais de duas décadas no mercado de pecuária de corte, e agora passa a integrar o quadro de conselheiros da companhia, no papel de conselheiro independente. “Nosso propósito é de empoderar o pecuarista através da tecnologia da informação, ajudando nas decisões tanto operacionais como estratégicas de uma fazenda de gado de corte. No final do dia, queremos que o produtor consiga acertar mais que errar. Nosso dia a dia resume se a buscar incansavelmente oportunidades de agregação de valor, para aumentar a produtividade e lucro da propriedade de forma sustentável, e profissionais como Maurício, nos trarão um know-how incomparável”, diz Xisto Alves Júnior, CEO da JetBov.

 

Maurício se diz otimista em participar do conselho da startup. “Em termos de posicionamento no concorrido e moderno mercado de startups, a JetBov também tem um bom diferencial. As diversas soluções apresentadas ao mercado que envolvem balanças, drones, chips e equipamentos dependem da melhoria na gestão de todos os processos que vêm antes destes. Ainda que os fabricantes ofereçam softwares específicos para seus próprios produtos, a viabilidade de uso dessas soluções em escala depende de uma ferramenta como a que vem sendo elaborada pela JetBov. Trata-se de um bom posicionamento no mercado”.

Segundo Elder Bruno, Diretor Comercial e de Marketing da JetBov, a empresa passa por um ótimo período. "A solução da JetBov está cada vez mais aderente à realidade dos pecuaristas de todas as regiões do Brasil. A prova disso está na expansão da empresa, que atualmente tem clientes em praticamente todos os estados do Brasil, além de clientes em Portugal, Angola, Moçambique e Paraguai, somando mais de mil fazendas, e controlando mais de um milhão e meio de animais", diz.

 

A empresa hoje conta com estruturas em Joinville/SC, Piracicaba/SP e Goiânia/GO, além de parcerias com universidades como a Esalq-USP, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Lavras e Instituto Federal Catarinense. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade