Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Tecnologia
Feira de games BGS 2019 deve ter o maior público da história

Sexta, 14/6/2019 13:05.
Reprodução

Publicidade

(FOLHAPRESS) - A maior feira de games da América Latina chega a sua 12ª edição com a pretensão de ser a maior de todas até hoje. A Brasil Game Show, conhecida por BGS, acontece entre os dias 9 e 13 de outubro no Expo Center Norte (zona norte de São Paulo) e deve receber mais visitantes do que sua última edição, que reuniu cerca de 330 mil pessoas.

Neste ano, a expectativa é que o número seja 10% maior com a confirmação de nomes como o designer de jogos John Romero (de "Doom" e "Quake"), Charles Martinet (dublador da Nintendo que faz a voz do Mario), Shota Nakama (da Video Game Orchestra) e o criador de "Darks Souls", Hidetaka Miyazaki.

O anúncio mais recente foi o de Al Lowe, criador da série "Leisure Suit Larry" e de títulos como "King's Quest III", "Police Quest", "Freddy Pharkas"e "Torin's Passage". Pelo menos mais quatro nomes ainda serão anunciados.

Além dos convidados, a BGS 2019 terá destaques como a estreia da Asus, que mostrará as novidades da linha ROG (Republic of Gamers), a Intel e o stand do YouTube, que terá 1.000 m² (mais que o dobro do ano anterior). O tamanho é o mesmo do stand do jogo "Fortnite", que é outro estreante da feira.

Para Marcelo Tavares, CEO e fundador da BGS, o crescimento de interesse na feira é resultado da presença cada vez maior de importantes nomes da área de games, das próprias marcas e da imbricação dos jogos em mais de uma plataforma, como "Fortnite", que apareceu como o jogo mais jogado no mundo em 2018, com campanhas envolvendo outras plataformas, como o filme "Vingadores: Ultimato".

"É um título fundamental para a feira e uma forma da Epic Games retribuir o carinho dos fãs brasileiros. A ideia deles é replicar o que já vimos na Europa", adianta Tavares. "E garanto que temos mais três anúncios com esse tamanho, mas que ainda não posso dizer quais são."

Uma das novidades da feira deste ano é a expansão do espaço da XRacer, a presença da Hasbro e a criação da Brasil Game Cup. Pela primeira vez, diz Tavares, AOC participará do evento. "Este é o ano em que teremos o maior número de empresas estreantes." A presença de players de streaming de vídeo também será maior nesta edição, pois "o brasileiro é muito apaixonado pela transmissão de vídeos de gamers".

O resultado disso tudo, segundo o CEO, é expressivo. Ele afirma que, em relação ao mesmo período do ano passado, as vendas de ingressos para a feria está sendo 80% mais rápida. "Significa que provavelmente vamos esgotar os lotes mais rapidamente e teremos o maior público da história."

Tavares diz ainda que a feira costuma receber cerca de 60 mil pessoas de fora de São Paulo, número que representa 20% do público do

evento. A previsão para 2019 é que essa fatia represente de 30% a 40%. "Queremos atingir um público de todo o Brasil. Exemplo disso é nossa campanha de marketing que tem, pela primeira vez, o mesmo peso de Norte a Sul do país, em todos os estados", diz Tavares.

"Queremos um evento cada vez mais democrático. Teremos uma área só para mobile, mantendo a área para PC Gamers e consoles. É um evento que vai ter cada vez mais conexão com a internet, do ponto de vista de redes sociais e transmissão online, que esse ano, faremos não só dos campeonatos de e-sports, mas de toda a feira", conclui.  


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Feira de games BGS 2019 deve ter o maior público da história

Reprodução

Publicidade

Sexta, 14/6/2019 13:05.

(FOLHAPRESS) - A maior feira de games da América Latina chega a sua 12ª edição com a pretensão de ser a maior de todas até hoje. A Brasil Game Show, conhecida por BGS, acontece entre os dias 9 e 13 de outubro no Expo Center Norte (zona norte de São Paulo) e deve receber mais visitantes do que sua última edição, que reuniu cerca de 330 mil pessoas.

Neste ano, a expectativa é que o número seja 10% maior com a confirmação de nomes como o designer de jogos John Romero (de "Doom" e "Quake"), Charles Martinet (dublador da Nintendo que faz a voz do Mario), Shota Nakama (da Video Game Orchestra) e o criador de "Darks Souls", Hidetaka Miyazaki.

O anúncio mais recente foi o de Al Lowe, criador da série "Leisure Suit Larry" e de títulos como "King's Quest III", "Police Quest", "Freddy Pharkas"e "Torin's Passage". Pelo menos mais quatro nomes ainda serão anunciados.

Além dos convidados, a BGS 2019 terá destaques como a estreia da Asus, que mostrará as novidades da linha ROG (Republic of Gamers), a Intel e o stand do YouTube, que terá 1.000 m² (mais que o dobro do ano anterior). O tamanho é o mesmo do stand do jogo "Fortnite", que é outro estreante da feira.

Para Marcelo Tavares, CEO e fundador da BGS, o crescimento de interesse na feira é resultado da presença cada vez maior de importantes nomes da área de games, das próprias marcas e da imbricação dos jogos em mais de uma plataforma, como "Fortnite", que apareceu como o jogo mais jogado no mundo em 2018, com campanhas envolvendo outras plataformas, como o filme "Vingadores: Ultimato".

"É um título fundamental para a feira e uma forma da Epic Games retribuir o carinho dos fãs brasileiros. A ideia deles é replicar o que já vimos na Europa", adianta Tavares. "E garanto que temos mais três anúncios com esse tamanho, mas que ainda não posso dizer quais são."

Uma das novidades da feira deste ano é a expansão do espaço da XRacer, a presença da Hasbro e a criação da Brasil Game Cup. Pela primeira vez, diz Tavares, AOC participará do evento. "Este é o ano em que teremos o maior número de empresas estreantes." A presença de players de streaming de vídeo também será maior nesta edição, pois "o brasileiro é muito apaixonado pela transmissão de vídeos de gamers".

O resultado disso tudo, segundo o CEO, é expressivo. Ele afirma que, em relação ao mesmo período do ano passado, as vendas de ingressos para a feria está sendo 80% mais rápida. "Significa que provavelmente vamos esgotar os lotes mais rapidamente e teremos o maior público da história."

Tavares diz ainda que a feira costuma receber cerca de 60 mil pessoas de fora de São Paulo, número que representa 20% do público do

evento. A previsão para 2019 é que essa fatia represente de 30% a 40%. "Queremos atingir um público de todo o Brasil. Exemplo disso é nossa campanha de marketing que tem, pela primeira vez, o mesmo peso de Norte a Sul do país, em todos os estados", diz Tavares.

"Queremos um evento cada vez mais democrático. Teremos uma área só para mobile, mantendo a área para PC Gamers e consoles. É um evento que vai ter cada vez mais conexão com a internet, do ponto de vista de redes sociais e transmissão online, que esse ano, faremos não só dos campeonatos de e-sports, mas de toda a feira", conclui.  


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade