Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Brasil tem 496 óbitos em 24h; mortos pela covid-19 ultrapassam marca de 11 mil

Segunda, 11/5/2020 6:40.
Paulo Desana/Dabakuri/Amazônia Real

Publicidade

Mateus Vargas
O Brasil registrou 496 óbitos nas últimas 24 horas e acumula 11.123 vítimas fatais pela covid-19, segundo balanço divulgado neste domingo, 10, pelo Ministério da Saúde. No mesmo intervalo, o País somou 6.760 novos casos da doença, chegando à soma de 162.699 infectados durante a pandemia.

O balanço deste domingo quebra uma sequência de cinco dias com registro de mais de 600 mortes.

O recorde contabilizado em 24 horas é de 751 vítimas, na sexta-feira, 8.

Técnicos do Ministério da Saúde, no entanto, já afirmaram que os registros caem durante fins de semana e feriados, quando serviços de notificações de infectados e vítimas não funcionam em alguns locais do País.

Os dados também não significam que todas as mortes ocorreram nas últimas 24 horas.

Os óbitos são diluídos em até semanas, mas o Ministério da Saúde apenas faz a confirmação quando encerra análises de cada caso.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Paulo Desana/Dabakuri/Amazônia Real

Brasil tem 496 óbitos em 24h; mortos pela covid-19 ultrapassam marca de 11 mil

Publicidade

Segunda, 11/5/2020 6:40.

Mateus Vargas
O Brasil registrou 496 óbitos nas últimas 24 horas e acumula 11.123 vítimas fatais pela covid-19, segundo balanço divulgado neste domingo, 10, pelo Ministério da Saúde. No mesmo intervalo, o País somou 6.760 novos casos da doença, chegando à soma de 162.699 infectados durante a pandemia.

O balanço deste domingo quebra uma sequência de cinco dias com registro de mais de 600 mortes.

O recorde contabilizado em 24 horas é de 751 vítimas, na sexta-feira, 8.

Técnicos do Ministério da Saúde, no entanto, já afirmaram que os registros caem durante fins de semana e feriados, quando serviços de notificações de infectados e vítimas não funcionam em alguns locais do País.

Os dados também não significam que todas as mortes ocorreram nas últimas 24 horas.

Os óbitos são diluídos em até semanas, mas o Ministério da Saúde apenas faz a confirmação quando encerra análises de cada caso.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade