Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Vigilância Epidemiológica orientou profissionais sobre coronavírus

Quinta, 30/1/2020 18:38.
Reprodução

Publicidade

Por recomendação do Ministério da Saúde, a Vigilância Epidemiológica, reuniu nesta semana, os profissionais das Unidades Básicas de Saúde, Hospital Municipal Ruth Cardoso e Pronto Socorro para repassar orientações sobre o coronavírus.

A responsável pelo setor, Adriana Ribeiro, lembrou que não há casos confirmados da nova síndrome respiratória no país, mas todas as instruções que virão do Ministério da Saúde serão atendidas, basicamente orientar os profissionais e a população sobre a doença.

“Estamos seguindo as orientações do Ministério da Saúde. Por enquanto não temos casos confirmados no país. Os casos suspeitos são investigados para podermos descartar o vínculo epidemiológico (se viajaram ou não para a China). Todas as orientações são as mesmas referente aos cuidados para influenza”, disse Adriana.

Os cuidados

  • Lavagem de mãos com frequência com água e sabão;
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca;
  • Evitar ficar próximo de pessoas doentes;
  • Cobrir a boca e nariz ao tossir e ou espirrar;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocadas com frequência;
  • Boa hidratação e alimentação saudável.
  • Procurar atendimento

“Caso a pessoa tenha sintomas relacionados a febre, tosse, dificuldade para respirar deve procurar atendimento, pois mesmo não sendo o coronavírus, esta pessoa precisa de atendimento, pois pode ser influenza. Por isso é importante que a população esteja bem orientada sobre sinais e sintomas, já que não há uma diferença específica entre uma gripe e o novo vírus. O que vai diferenciar é se houve uma viagem internacional para estes países que estão apresentando os sintomas, no caso a China”, disse Adriana.

Informações - secretaria de Saúde (47) 3261-6200


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução

Vigilância Epidemiológica orientou profissionais sobre coronavírus

Publicidade

Quinta, 30/1/2020 18:38.

Por recomendação do Ministério da Saúde, a Vigilância Epidemiológica, reuniu nesta semana, os profissionais das Unidades Básicas de Saúde, Hospital Municipal Ruth Cardoso e Pronto Socorro para repassar orientações sobre o coronavírus.

A responsável pelo setor, Adriana Ribeiro, lembrou que não há casos confirmados da nova síndrome respiratória no país, mas todas as instruções que virão do Ministério da Saúde serão atendidas, basicamente orientar os profissionais e a população sobre a doença.

“Estamos seguindo as orientações do Ministério da Saúde. Por enquanto não temos casos confirmados no país. Os casos suspeitos são investigados para podermos descartar o vínculo epidemiológico (se viajaram ou não para a China). Todas as orientações são as mesmas referente aos cuidados para influenza”, disse Adriana.

Os cuidados

  • Lavagem de mãos com frequência com água e sabão;
  • Evitar tocar os olhos, nariz e boca;
  • Evitar ficar próximo de pessoas doentes;
  • Cobrir a boca e nariz ao tossir e ou espirrar;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocadas com frequência;
  • Boa hidratação e alimentação saudável.
  • Procurar atendimento

“Caso a pessoa tenha sintomas relacionados a febre, tosse, dificuldade para respirar deve procurar atendimento, pois mesmo não sendo o coronavírus, esta pessoa precisa de atendimento, pois pode ser influenza. Por isso é importante que a população esteja bem orientada sobre sinais e sintomas, já que não há uma diferença específica entre uma gripe e o novo vírus. O que vai diferenciar é se houve uma viagem internacional para estes países que estão apresentando os sintomas, no caso a China”, disse Adriana.

Informações - secretaria de Saúde (47) 3261-6200


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade