Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Vigilância Sanitária fiscalizou mais de 6,5 mil estabelecimentos em 2019

Sexta, 3/1/2020 17:21.
Divulgação/PMBC

Publicidade

A Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú, através dos Setores de Fiscalização de Alimentos, de Saneamento e Análise de Projetos, de Fiscalização de Serviços de Saúde, do Centro de Controle de Pragas Urbanas e do Programa Municipal de Combate à Dengue, realiza diariamente ações de fiscalização e de orientação nos mais diversos tipos de estabelecimentos comerciais. Em 2019 foram vistoriados 6.529 estabelecimentos para concessão e renovação de Alvará Sanitário e foram realizados 395 atendimentos de denúncias encaminhadas pela Ouvidoria do município.

A diretora da Divisão da Vigilância Sanitária, Aline de Oliveira, explicou à reportagem do Página 3 que esse setor é responsável por eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e, se necessário, intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e de prestação de serviços de interesse da saúde.

“No ano de 2019 realizamos mais de 6,5 mil fiscalizações. Para reforçar e apoiar a equipe nessas ações, cinco novos fiscais de Vigilância Sanitária foram chamados por meio de concurso público”, diz.

Neste verão, oito fiscais estão atuando em sistema de rodízio, sempre tendo um em sobreaviso.

Durante o ano de 2019 também foi realizado um trabalho intensivo em conjunto com a Fundação Cultural para a regulamentação das feiras da cidade, com aprovação do Decreto Municipal 9.322, com o recadastramento dos feirantes e com a realização de capacitações em boas práticas na manipulação de alimentos e rotulagem.

“Elaboramos um calendário de vistorias para as equipes de fiscalização trabalharem no decorrer dessa temporada de verão. Ainda nos reunimos com a Associação dos Pontos de Milho e Churros, e elaboramos juntos um cronograma de ações para melhoria e agilidade das vistorias e liberações dos alvarás sanitários na orla da praia central”, conta.

Solicitações, denúncias e sugestões poderão ser feitas através da Ouvidoria Municipal, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira por meio dos contatos: 0800 644 3388 (apenas ligações com DDD 47), (47) 3267-7024, (47) 99982-1979 (WhatsApp) ou [email protected] Atendimento presencial no terceiro piso do Paço Municipal, das 12h às 18h, de segunda à sexta-feira.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/PMBC

Vigilância Sanitária fiscalizou mais de 6,5 mil estabelecimentos em 2019

Publicidade

Sexta, 3/1/2020 17:21.

A Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú, através dos Setores de Fiscalização de Alimentos, de Saneamento e Análise de Projetos, de Fiscalização de Serviços de Saúde, do Centro de Controle de Pragas Urbanas e do Programa Municipal de Combate à Dengue, realiza diariamente ações de fiscalização e de orientação nos mais diversos tipos de estabelecimentos comerciais. Em 2019 foram vistoriados 6.529 estabelecimentos para concessão e renovação de Alvará Sanitário e foram realizados 395 atendimentos de denúncias encaminhadas pela Ouvidoria do município.

A diretora da Divisão da Vigilância Sanitária, Aline de Oliveira, explicou à reportagem do Página 3 que esse setor é responsável por eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e, se necessário, intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e de prestação de serviços de interesse da saúde.

“No ano de 2019 realizamos mais de 6,5 mil fiscalizações. Para reforçar e apoiar a equipe nessas ações, cinco novos fiscais de Vigilância Sanitária foram chamados por meio de concurso público”, diz.

Neste verão, oito fiscais estão atuando em sistema de rodízio, sempre tendo um em sobreaviso.

Durante o ano de 2019 também foi realizado um trabalho intensivo em conjunto com a Fundação Cultural para a regulamentação das feiras da cidade, com aprovação do Decreto Municipal 9.322, com o recadastramento dos feirantes e com a realização de capacitações em boas práticas na manipulação de alimentos e rotulagem.

“Elaboramos um calendário de vistorias para as equipes de fiscalização trabalharem no decorrer dessa temporada de verão. Ainda nos reunimos com a Associação dos Pontos de Milho e Churros, e elaboramos juntos um cronograma de ações para melhoria e agilidade das vistorias e liberações dos alvarás sanitários na orla da praia central”, conta.

Solicitações, denúncias e sugestões poderão ser feitas através da Ouvidoria Municipal, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira por meio dos contatos: 0800 644 3388 (apenas ligações com DDD 47), (47) 3267-7024, (47) 99982-1979 (WhatsApp) ou [email protected] Atendimento presencial no terceiro piso do Paço Municipal, das 12h às 18h, de segunda à sexta-feira.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade