Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Situação do Ruth Cardoso ainda está indefinida, UPA Nações deve abrir até dia 12

Quinta, 2/1/2020 12:41.
Renata Rutes Henning.

Publicidade

A situação do Hospital Municipal Ruth Cardoso que pretendia “fechar” as portas ao atendimento generalizado e dar prioridade à população de Balneário Camboriú está indefinida devido ao recesso do Judiciário.

No final de novembro a justiça decidiu decidiu que as portas do hospital devem se manter abertas para atendimentos de urgência e emergência de toda a região e o Estado deve repassar ao município R$ 2 milhões mensais para custeio.

Estado e prefeitura recorreram, mas ainda não há decisão.

A prefeitura alega que o recesso do Judiciário impede também a abertura do Pronto Atendimento (PA) do Bairro dos Municípios, que funcionará no terreno do hospital.

Por sua vez a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro das Nações deve ser inaugurada até o próximo dia 12.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Renata Rutes Henning.

Situação do Ruth Cardoso ainda está indefinida, UPA Nações deve abrir até dia 12

Publicidade

Quinta, 2/1/2020 12:41.

A situação do Hospital Municipal Ruth Cardoso que pretendia “fechar” as portas ao atendimento generalizado e dar prioridade à população de Balneário Camboriú está indefinida devido ao recesso do Judiciário.

No final de novembro a justiça decidiu decidiu que as portas do hospital devem se manter abertas para atendimentos de urgência e emergência de toda a região e o Estado deve repassar ao município R$ 2 milhões mensais para custeio.

Estado e prefeitura recorreram, mas ainda não há decisão.

A prefeitura alega que o recesso do Judiciário impede também a abertura do Pronto Atendimento (PA) do Bairro dos Municípios, que funcionará no terreno do hospital.

Por sua vez a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro das Nações deve ser inaugurada até o próximo dia 12.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade