Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
UPA Nações atenderá dia e noite com equipe de 32 médicos

Há 9 anos Balneário Camboriú não ganhava uma unidade de saúde de maior porte

Terça, 4/2/2020 14:42.
Divulgação
O primeiro pequeno paciente da UPA do Nações.

Publicidade

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro das Nações, denominada Olávio Mafra Cardoso, em homenagem ao primeiro farmacêutico de Balneário Camboriú, aconteceu nesta segunda-feira (3), na rua Israel, após sete anos de obras.

Embora a população tenha aumentado cerca de 40% neste período, a cidade não inaugurava uma unidade de saúde importante há nove anos, a última foi o Hospital Municipal Ruth Cardoso.

A presidente da Associação de Moradores do Bairro das Nações, Marisa Strebe, lembrou que a obra iniciou em 2013, no governo do prefeito Edson Piriquito, mas havia erros no projeto que inviabilizaram o funcionamento da unidade.

“Na associação uma das coisas que considerávamos mais importantes era a abertura dessa UPA, com pediatria” disse Marisa destacando que é importante para toda a cidade, principalmente para a região Norte, compreendendo os bairros Ariribá, Pioneiros, Praia dos Amores e até mesmo o Centro.

“O Sul tem o PA da Barra e vai inaugurar o do Municípios, era importante essa abertura na parte Norte da cidade e temos certeza que vai ser muito bem utilizada. Nós vamos ficar fiscalizando, sempre em cima para que isso funcione da maneira que tem que ser, porque o nosso povo merece um atendimento de qualidade”, completou a presidente da Associação.

A UPA Nações tem dois clínicos gerais e um pediatra por turno; quatro enfermeiros por turno, oito auxiliares de enfermagem durante o dia e sete à noite; além de outros profissionais, o que totaliza 80 pessoas trabalhando naquela unidade de saúde.

O custo deve rondar os R$ 900 mil, dos quais o governo federal pagará apenas R$ 130 mil, cabendo o restante ao município.

A capacidade de atendimento normal é 150 pacientes por dia, mas em caso de necessidade poderá chegar a 250.

O prefeito Fabrício Oliveira destacou que a UPA Nações será um "ponto de alívio" para a região Norte, o Centro e cidades vizinhas, que também são atendidas pelas unidades de saúde de Balneário, assim como no PA do Bairro da Barra.

“É uma questão jurídica que precisa ser resolvida. Somente em janeiro nasceram 330 crianças no Hospital Ruth Cardoso, e dessas apenas 32% são de Balneário. Precisamos resolver isso, e o Ruth precisa atender só Balneário Camboriú porque o custeio é 100% nosso. O Centro Cirúrgico vive cheio, o PA do Bairro dos Municípios irá auxiliar nisso e já está pronto, mas ainda não podemos inaugurar”, explicou.

Fabrício aproveitou ainda para dizer que ‘não será afetado’ por comentários contrários, afirmando que ‘é um prefeito com transparência’.

“Estamos fazendo o que precisa ser feito, o ser humano é a nossa principal obra. É para as pessoas que essa obra está sendo entregue e ela não fica atrás de nenhuma unidade particular. Não precisamos ter o título de Dubai brasileira, mas sim o título de cidade que cuida das pessoas”, acrescentou.

Olávio Mafra Cardoso

A UPA homenageia Olávio Mafra Cardoso, que chegou em Balneário Camboriú em 1954 e abriu a primeira farmácia da cidade, na Avenida Central, que na época se chamava Rua Antônio Bittencourt.

A família do pioneiro estava na inauguração da UPA, representada pela viúva de Olávio, Maria da Graça.

Vídeo & Fotos

A prefeitura divulgou vídeo e fotos sobre a UPA, confira:



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação
O primeiro pequeno paciente da UPA do Nações.
O primeiro pequeno paciente da UPA do Nações.

UPA Nações atenderá dia e noite com equipe de 32 médicos

Há 9 anos Balneário Camboriú não ganhava uma unidade de saúde de maior porte

Publicidade

Terça, 4/2/2020 14:42.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro das Nações, denominada Olávio Mafra Cardoso, em homenagem ao primeiro farmacêutico de Balneário Camboriú, aconteceu nesta segunda-feira (3), na rua Israel, após sete anos de obras.

Embora a população tenha aumentado cerca de 40% neste período, a cidade não inaugurava uma unidade de saúde importante há nove anos, a última foi o Hospital Municipal Ruth Cardoso.

A presidente da Associação de Moradores do Bairro das Nações, Marisa Strebe, lembrou que a obra iniciou em 2013, no governo do prefeito Edson Piriquito, mas havia erros no projeto que inviabilizaram o funcionamento da unidade.

“Na associação uma das coisas que considerávamos mais importantes era a abertura dessa UPA, com pediatria” disse Marisa destacando que é importante para toda a cidade, principalmente para a região Norte, compreendendo os bairros Ariribá, Pioneiros, Praia dos Amores e até mesmo o Centro.

“O Sul tem o PA da Barra e vai inaugurar o do Municípios, era importante essa abertura na parte Norte da cidade e temos certeza que vai ser muito bem utilizada. Nós vamos ficar fiscalizando, sempre em cima para que isso funcione da maneira que tem que ser, porque o nosso povo merece um atendimento de qualidade”, completou a presidente da Associação.

A UPA Nações tem dois clínicos gerais e um pediatra por turno; quatro enfermeiros por turno, oito auxiliares de enfermagem durante o dia e sete à noite; além de outros profissionais, o que totaliza 80 pessoas trabalhando naquela unidade de saúde.

O custo deve rondar os R$ 900 mil, dos quais o governo federal pagará apenas R$ 130 mil, cabendo o restante ao município.

A capacidade de atendimento normal é 150 pacientes por dia, mas em caso de necessidade poderá chegar a 250.

O prefeito Fabrício Oliveira destacou que a UPA Nações será um "ponto de alívio" para a região Norte, o Centro e cidades vizinhas, que também são atendidas pelas unidades de saúde de Balneário, assim como no PA do Bairro da Barra.

“É uma questão jurídica que precisa ser resolvida. Somente em janeiro nasceram 330 crianças no Hospital Ruth Cardoso, e dessas apenas 32% são de Balneário. Precisamos resolver isso, e o Ruth precisa atender só Balneário Camboriú porque o custeio é 100% nosso. O Centro Cirúrgico vive cheio, o PA do Bairro dos Municípios irá auxiliar nisso e já está pronto, mas ainda não podemos inaugurar”, explicou.

Fabrício aproveitou ainda para dizer que ‘não será afetado’ por comentários contrários, afirmando que ‘é um prefeito com transparência’.

“Estamos fazendo o que precisa ser feito, o ser humano é a nossa principal obra. É para as pessoas que essa obra está sendo entregue e ela não fica atrás de nenhuma unidade particular. Não precisamos ter o título de Dubai brasileira, mas sim o título de cidade que cuida das pessoas”, acrescentou.

Olávio Mafra Cardoso

A UPA homenageia Olávio Mafra Cardoso, que chegou em Balneário Camboriú em 1954 e abriu a primeira farmácia da cidade, na Avenida Central, que na época se chamava Rua Antônio Bittencourt.

A família do pioneiro estava na inauguração da UPA, representada pela viúva de Olávio, Maria da Graça.

Vídeo & Fotos

A prefeitura divulgou vídeo e fotos sobre a UPA, confira:



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade