Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Sem testes, quem não respeita isolamento em Balneário Camboriú corre o risco de ficar doente

Sistema público de saúde não tem capacidade para uma epidemia

Quarta, 1/4/2020 15:15.

Publicidade

As pessoas que não respeitam o isolamento social e saem às ruas correm o risco de contaminação por Covid-19, pois as autoridades de saúde pública perderam o controle sobre a doença.

Isso decorre da falta de testes para coronavírus, só estão sendo testados os pacientes que ficam internados; aqueles que sentem sintomas leves não têm material colhido para análise.

Além disso, os resultados dos testes demoram até mais de uma semana o que contribui para o descontrole sobre o Covid-19.

O governo do Estado conhece os riscos de contaminação em larga escala e como não existe estrutura médico-hospitalar para atender sequer um surto, quanto mais uma epidemia, o isolamento social é o único “remédio” no momento.

A secretária da Saúde de Balneário Camboriú, Andressa Hadad, foi procurada repetidas vezes para se manifestar sobre os fatos, mas não retornou os chamados da reportagem.



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Sem testes, quem não respeita isolamento em Balneário Camboriú corre o risco de ficar doente

Sistema público de saúde não tem capacidade para uma epidemia

Publicidade

Quarta, 1/4/2020 15:15.

As pessoas que não respeitam o isolamento social e saem às ruas correm o risco de contaminação por Covid-19, pois as autoridades de saúde pública perderam o controle sobre a doença.

Isso decorre da falta de testes para coronavírus, só estão sendo testados os pacientes que ficam internados; aqueles que sentem sintomas leves não têm material colhido para análise.

Além disso, os resultados dos testes demoram até mais de uma semana o que contribui para o descontrole sobre o Covid-19.

O governo do Estado conhece os riscos de contaminação em larga escala e como não existe estrutura médico-hospitalar para atender sequer um surto, quanto mais uma epidemia, o isolamento social é o único “remédio” no momento.

A secretária da Saúde de Balneário Camboriú, Andressa Hadad, foi procurada repetidas vezes para se manifestar sobre os fatos, mas não retornou os chamados da reportagem.



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade