Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Vereador Patrick Machado pedirá apoio ao deputado Túlio Gadelha para pacientes com fibromialgia
Quinta, 25/7/2019 10:36.

Divulgação/CVBC
Vereador Patrick com Márcia Henriques que faz parte da Anfibro Fibromialgia de Balneário Camboriú; deputado Túlio Gadelha no detalhe

Publicidade

O vereador Patrick Machado disse que vai aproveitar a vinda do deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) nesta quinta-feira (25) a Balneário Camboriú, para pedir seu apoio no sentido de conseguir ajuda do governo federal para pacientes com fibromialgia.

“É uma causa que abracei e o que estes pacientes mais cobram é o não reconhecimento do governo federal à doença a respeito de questões relacionadas com SUS, questões trabalhistas para quem sofre com esta doença”, disse o vereador.

Ele receberá o deputado em seu gabinete, onde serão discutidos vários outros assuntos.

“O deputado Túlio vem pela Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini, para debater com vereadores e a comunidade sobre universidades públicas, escolas públicas, educação em geral e assuntos relacionados, esse é um dos eixos que o PDT está trazendo, preparando-se para a campanha do ano que vem. Como no ano eleitoral anterior, nas eleições 2016, fizemos vários debates com nossos militantes sobre trabalhismo, assistência social, saúde, educação, lazer, esporte”, disse.

Túlio Gadelha estará palestrando às 19h30, na Câmara de Vereadores. Educação é o tema central. O encontro é aberto ao público. O deputado também passará por Bombinhas, Itapema e Porto Belo.


Fibromialgia

O vereador Patrick Machado abraçou a causa, depois que conheceu as dificuldades que os pacientes enfrentam. Ele é o autor do projeto que institui o “Dia Municipal de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia” no calendário oficial do município. Desde então ele vem acompanhando o trabalho da Associação Fibro Camboriú, junto com a fundadora Antônia Lescano e os fibromiálgicos de Balneário Camboriú, que somam mais de 2.000 pessoas.

Em junho o vereador esteve no Instituto de Física da USP, campus de São Carlos/SP, conhecendo o aparelho que zera a dor proporcionada pela doença e auxilia no tratamento da artrose. O equipamento, considerado pioneiro no mundo, é resultado de mais de sete anos de pesquisas realizadas pela equipe do Instituto e conjuga laser de baixa intensidade com ultrassom e a previsão para comercialização é outubro deste ano.

O pesquisador Antônio Eduardo de Aquino Júnior explicou que o tratamento é inovador e já conseguiu zerar a dor da fibromialgia em 90% dos pacientes atendidos, mas enfatiza que não se trata da cura, porque a doença é crônica, mas de um tratamento que pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

“Conversei com o prefeito Fabrício e ele nos garantiu que assim que estiver disponível para compra o município vai adquirir. Também estou conversando com a deputada estadual Paulinha para ampliar isso para nossa região”, disse o vereador.


A doença

A fibromialgia é uma doença que causa dores crônicas (mais de três meses) e difusas, além de alteração da qualidade do sono. As dores são generalizadas e migram de um lugar para outro. Ainda não existe um exame específico para fibromialgia e o diagnóstico é feito pelo médico com base nos sintomas da pessoa e exames que averiguam a existência de outra doença. A fibromialgia pode também ser acompanhada pelas síndromes do túnel do carpo, do intestino irritável e das pernas inquietas, bexiga hiperativa e outras doenças.


Oficina para ajudar

A recém inaugurada Casa da Mulher e do Voluntário abriu uma oficina para debater e ajudar a identificar a fibromialgia.

O grupo é coordenado pelo psicólogo e pedagogo, Douglas Branco.

“Muitas pessoas sentem dores físicas e não ligam a problemas emocionais. A ideia do grupo é discutir sobre esses problemas, para juntos acharmos a saída”, comentou.

A Fibromialgia causa incômodo nas áreas da coluna, cotovelos, bacia e joelhos.

A oficina atende nas sextas-feiras das 9h às 10h.

Para participar é necessário ser morador de Balneário Camboriú e se inscrever na Casa da Mulher, situada na Rua 2850, nº 303 – Centro.


Informações: secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social (47) 3344 2559 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Vereador Patrick Machado pedirá apoio ao deputado Túlio Gadelha para pacientes com fibromialgia

Divulgação/CVBC
Vereador Patrick com Márcia Henriques que faz parte da Anfibro Fibromialgia de Balneário Camboriú; deputado Túlio Gadelha no detalhe
Vereador Patrick com Márcia Henriques que faz parte da Anfibro Fibromialgia de Balneário Camboriú; deputado Túlio Gadelha no detalhe

Publicidade

Quinta, 25/7/2019 10:36.

O vereador Patrick Machado disse que vai aproveitar a vinda do deputado federal Túlio Gadêlha (PDT-PE) nesta quinta-feira (25) a Balneário Camboriú, para pedir seu apoio no sentido de conseguir ajuda do governo federal para pacientes com fibromialgia.

“É uma causa que abracei e o que estes pacientes mais cobram é o não reconhecimento do governo federal à doença a respeito de questões relacionadas com SUS, questões trabalhistas para quem sofre com esta doença”, disse o vereador.

Ele receberá o deputado em seu gabinete, onde serão discutidos vários outros assuntos.

“O deputado Túlio vem pela Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini, para debater com vereadores e a comunidade sobre universidades públicas, escolas públicas, educação em geral e assuntos relacionados, esse é um dos eixos que o PDT está trazendo, preparando-se para a campanha do ano que vem. Como no ano eleitoral anterior, nas eleições 2016, fizemos vários debates com nossos militantes sobre trabalhismo, assistência social, saúde, educação, lazer, esporte”, disse.

Túlio Gadelha estará palestrando às 19h30, na Câmara de Vereadores. Educação é o tema central. O encontro é aberto ao público. O deputado também passará por Bombinhas, Itapema e Porto Belo.


Fibromialgia

O vereador Patrick Machado abraçou a causa, depois que conheceu as dificuldades que os pacientes enfrentam. Ele é o autor do projeto que institui o “Dia Municipal de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia” no calendário oficial do município. Desde então ele vem acompanhando o trabalho da Associação Fibro Camboriú, junto com a fundadora Antônia Lescano e os fibromiálgicos de Balneário Camboriú, que somam mais de 2.000 pessoas.

Em junho o vereador esteve no Instituto de Física da USP, campus de São Carlos/SP, conhecendo o aparelho que zera a dor proporcionada pela doença e auxilia no tratamento da artrose. O equipamento, considerado pioneiro no mundo, é resultado de mais de sete anos de pesquisas realizadas pela equipe do Instituto e conjuga laser de baixa intensidade com ultrassom e a previsão para comercialização é outubro deste ano.

O pesquisador Antônio Eduardo de Aquino Júnior explicou que o tratamento é inovador e já conseguiu zerar a dor da fibromialgia em 90% dos pacientes atendidos, mas enfatiza que não se trata da cura, porque a doença é crônica, mas de um tratamento que pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

“Conversei com o prefeito Fabrício e ele nos garantiu que assim que estiver disponível para compra o município vai adquirir. Também estou conversando com a deputada estadual Paulinha para ampliar isso para nossa região”, disse o vereador.


A doença

A fibromialgia é uma doença que causa dores crônicas (mais de três meses) e difusas, além de alteração da qualidade do sono. As dores são generalizadas e migram de um lugar para outro. Ainda não existe um exame específico para fibromialgia e o diagnóstico é feito pelo médico com base nos sintomas da pessoa e exames que averiguam a existência de outra doença. A fibromialgia pode também ser acompanhada pelas síndromes do túnel do carpo, do intestino irritável e das pernas inquietas, bexiga hiperativa e outras doenças.


Oficina para ajudar

A recém inaugurada Casa da Mulher e do Voluntário abriu uma oficina para debater e ajudar a identificar a fibromialgia.

O grupo é coordenado pelo psicólogo e pedagogo, Douglas Branco.

“Muitas pessoas sentem dores físicas e não ligam a problemas emocionais. A ideia do grupo é discutir sobre esses problemas, para juntos acharmos a saída”, comentou.

A Fibromialgia causa incômodo nas áreas da coluna, cotovelos, bacia e joelhos.

A oficina atende nas sextas-feiras das 9h às 10h.

Para participar é necessário ser morador de Balneário Camboriú e se inscrever na Casa da Mulher, situada na Rua 2850, nº 303 – Centro.


Informações: secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social (47) 3344 2559 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques