Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Sem nunca ter sido aberto, PS do Ruth Cardoso passará por reforma
Arquivo JP3.
Página 3 denunciou a situação do PS em 2016

Quinta, 1/11/2018 11:05.

O prédio do pronto socorro e do centro de diagnose do Hospital Ruth Cardoso de Balneário Camboriú está fechado há cinco anos e mesmo sem nunca ter sido usado, agora passará por uma reforma.

Segundo o termo de referência, o local apresentou muitos problemas pela falta de manutenção, erros na concepção do projeto, além de invasões e furtos.

A empresa vencedora terá bastante trabalho. Há necessidade de remoção de argamassa, troca de revestimentos cerâmicos, abertura de vão entre blocos, troca de portas, abertura de espaço no gesso para instalação de sistema de climatização, conserto de rachaduras e nivelamento de paredes.

Também há necessidade de intervenções específicas, como a troca de todo o revestimento de salas de tomografia e raio-x, que exigem argamassa baritada.

A empresa terá que providenciar a instalação de abrigos para hidrantes, que foram furtados, além da reposição de hastes de aterramento avariados, entre outros serviços.

De acordo com o termo de referência, a empresa vencedora terá 45 dias para executar os serviços.

O orçamento estimado para a reforma é de R$ 215 mil.

Poderão participar da licitação empresas credenciadas em Balneário Camboriú. As propostas podem ser protocoladas na prefeitura até dia 19 de novembro.

Apesar de o prédio construído para o PS nunca ter sido usado, o Hospital Ruth Cardoso realiza atendimentos de urgência e emergência em uma ala improvisada, há anos. Como o espaço é pequeno, a capacidade de atendimento também é limitada, o que causa filas e até macas de pacientes pelos corredores.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Sem nunca ter sido aberto, PS do Ruth Cardoso passará por reforma

Arquivo JP3.
Página 3 denunciou a situação do PS em 2016
Página 3 denunciou a situação do PS em 2016

Publicidade

Quinta, 1/11/2018 11:05.

O prédio do pronto socorro e do centro de diagnose do Hospital Ruth Cardoso de Balneário Camboriú está fechado há cinco anos e mesmo sem nunca ter sido usado, agora passará por uma reforma.

Segundo o termo de referência, o local apresentou muitos problemas pela falta de manutenção, erros na concepção do projeto, além de invasões e furtos.

A empresa vencedora terá bastante trabalho. Há necessidade de remoção de argamassa, troca de revestimentos cerâmicos, abertura de vão entre blocos, troca de portas, abertura de espaço no gesso para instalação de sistema de climatização, conserto de rachaduras e nivelamento de paredes.

Também há necessidade de intervenções específicas, como a troca de todo o revestimento de salas de tomografia e raio-x, que exigem argamassa baritada.

A empresa terá que providenciar a instalação de abrigos para hidrantes, que foram furtados, além da reposição de hastes de aterramento avariados, entre outros serviços.

De acordo com o termo de referência, a empresa vencedora terá 45 dias para executar os serviços.

O orçamento estimado para a reforma é de R$ 215 mil.

Poderão participar da licitação empresas credenciadas em Balneário Camboriú. As propostas podem ser protocoladas na prefeitura até dia 19 de novembro.

Apesar de o prédio construído para o PS nunca ter sido usado, o Hospital Ruth Cardoso realiza atendimentos de urgência e emergência em uma ala improvisada, há anos. Como o espaço é pequeno, a capacidade de atendimento também é limitada, o que causa filas e até macas de pacientes pelos corredores.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade