Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

CVV completa 56 anos com dobro de atendimentos

Quarta, 28/2/2018 10:57.

No primeiro dia de março de 1962 acontecia o primeiro plantão daquele que seria o maior serviço gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio do Brasil, o CVV. Criado na capital paulista por um pequeno grupo de pessoas preocupadas com o aumento dos casos de suicídio, hoje a entidade é formada por 2.400 voluntários que atuam principalmente nos 80 postos de atendimento em todas as regiões do país. Em 2017 foram cerca de 2 milhões de atendimento, dobrando a marca que vinha se mantendo estável nos anos anteriores.

“Somos procurados por pessoas em diversos momentos da vida, mas que trazem algumas características em comum, como a sensação de solidão, não pertencimento e dificuldade de desabafar”, comenta Carlos Correia, voluntário do CVV.

Ele explica que os voluntários são pessoas sem uma formação acadêmica específica que passam por um processo de seleção e treinamento com aperfeiçoamentos constantes. “Não substituímos os serviços médicos e psicológicos, mas somos, muitas vezes, um apoio a esses serviços, pois podemos ser acessados 24 horas por dia”, complementa.

Curso em BC

O Centro de Valorização à Vida (CVV) de Balneário Camboriú está com inscrições abertas para o curso preparatório de futuros voluntários. O curso é gratuito e está marcado para o dia 4 de março. As aulas ocorrerão das 8h às 12h e das 14h às 18h30.

O local é o auditório da Secretaria da Pessoa Idosa, na Rua 1822, número 614.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (47) 99117-6820 ou pelo email balneariocamboriu@cvv.org.br.

O CVV oferece apoio emocional via telefone 188 ou internet para pessoas de todo o país. Em Balneário o posto do CVV fica anexo à Secretaria da Pessoa Idosa. Os voluntários atuam em turnos de plantão de quatro horas e meia por semana.

A ligação é gratuita

No mesmo mês em que completa 56 anos de atuação ininterrupta, o CVV implementa a terceira fase de expansão do 188, primeiro telefone sem custo de ligação para prevenção do suicídio, fruto de um convênio com o Ministério da Saúde.

A partir de 30 de março passarão a integrar a rede 188 os estados de Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. No total, serão 22 estados mais o Distrito Federal com acesso 188 sem restrição de dia e hora, inclusive nos feriados. SC já integra a rede 188.

“O 188 estará acessível para 8 de cada 10 brasileiros e, em algumas regiões ainda não atendidas por esse número, o CVV já opera há anos o 141, que oferece o mesmo serviço, porém quem nos procura paga o custo de ligação local,” comenta Robert Gellert Paris Junior, voluntário do CVV.

Robert ressalta ainda que o prazo inicialmente previsto para levar o 188 a todo o território nacional era março de 2020 e, no momento, espera-se adiantar esse prazo em quase dois anos.

O voluntário comenta ainda que “deve-se esse avanço no cronograma ao empenho dos voluntários do CVV que anonimamente fazem um trabalho publicamente reconhecido, mas também ao Ministério da Saúde e à Anatel, agência que regula a telefonia no Brasil, que contribuíram para implantar e acelerar o processo”.

Além do telefone 188 (ou 141 em algumas regiões), o CVV oferece atendimento pessoalmente nos 85 postos de atendimento, pelo chat, e-mail e Skype (esses três últimos diretamente pelo site www.cvv.org.br).

Sobre o CVV

O CVV presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os dois milhões de atendimentos anuais são realizados por 2.400 voluntários pelos telefones 188 ou 141 (de acordo com a região), pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype, e-mail ou carta.

Sobre o suicídio

O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer, porém pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. O movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, iniciado em 2015, visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão – www.setembroamarelo.org.br

* Dados do Ministério da Saúde

Mais informações

cvv.org.br
facebook.com/cvvoficial
instagram.com/cvvoficial/
twitter.com/CVVoficial

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Abastecimento continua ameaçado economize água


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Variedades

Escolha por voto popular contou com participação de sete mil pessoas


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

CVV completa 56 anos com dobro de atendimentos

Quarta, 28/2/2018 10:57.

No primeiro dia de março de 1962 acontecia o primeiro plantão daquele que seria o maior serviço gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio do Brasil, o CVV. Criado na capital paulista por um pequeno grupo de pessoas preocupadas com o aumento dos casos de suicídio, hoje a entidade é formada por 2.400 voluntários que atuam principalmente nos 80 postos de atendimento em todas as regiões do país. Em 2017 foram cerca de 2 milhões de atendimento, dobrando a marca que vinha se mantendo estável nos anos anteriores.

“Somos procurados por pessoas em diversos momentos da vida, mas que trazem algumas características em comum, como a sensação de solidão, não pertencimento e dificuldade de desabafar”, comenta Carlos Correia, voluntário do CVV.

Ele explica que os voluntários são pessoas sem uma formação acadêmica específica que passam por um processo de seleção e treinamento com aperfeiçoamentos constantes. “Não substituímos os serviços médicos e psicológicos, mas somos, muitas vezes, um apoio a esses serviços, pois podemos ser acessados 24 horas por dia”, complementa.

Curso em BC

O Centro de Valorização à Vida (CVV) de Balneário Camboriú está com inscrições abertas para o curso preparatório de futuros voluntários. O curso é gratuito e está marcado para o dia 4 de março. As aulas ocorrerão das 8h às 12h e das 14h às 18h30.

O local é o auditório da Secretaria da Pessoa Idosa, na Rua 1822, número 614.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (47) 99117-6820 ou pelo email balneariocamboriu@cvv.org.br.

O CVV oferece apoio emocional via telefone 188 ou internet para pessoas de todo o país. Em Balneário o posto do CVV fica anexo à Secretaria da Pessoa Idosa. Os voluntários atuam em turnos de plantão de quatro horas e meia por semana.

A ligação é gratuita

No mesmo mês em que completa 56 anos de atuação ininterrupta, o CVV implementa a terceira fase de expansão do 188, primeiro telefone sem custo de ligação para prevenção do suicídio, fruto de um convênio com o Ministério da Saúde.

A partir de 30 de março passarão a integrar a rede 188 os estados de Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. No total, serão 22 estados mais o Distrito Federal com acesso 188 sem restrição de dia e hora, inclusive nos feriados. SC já integra a rede 188.

“O 188 estará acessível para 8 de cada 10 brasileiros e, em algumas regiões ainda não atendidas por esse número, o CVV já opera há anos o 141, que oferece o mesmo serviço, porém quem nos procura paga o custo de ligação local,” comenta Robert Gellert Paris Junior, voluntário do CVV.

Robert ressalta ainda que o prazo inicialmente previsto para levar o 188 a todo o território nacional era março de 2020 e, no momento, espera-se adiantar esse prazo em quase dois anos.

O voluntário comenta ainda que “deve-se esse avanço no cronograma ao empenho dos voluntários do CVV que anonimamente fazem um trabalho publicamente reconhecido, mas também ao Ministério da Saúde e à Anatel, agência que regula a telefonia no Brasil, que contribuíram para implantar e acelerar o processo”.

Além do telefone 188 (ou 141 em algumas regiões), o CVV oferece atendimento pessoalmente nos 85 postos de atendimento, pelo chat, e-mail e Skype (esses três últimos diretamente pelo site www.cvv.org.br).

Sobre o CVV

O CVV presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os dois milhões de atendimentos anuais são realizados por 2.400 voluntários pelos telefones 188 ou 141 (de acordo com a região), pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype, e-mail ou carta.

Sobre o suicídio

O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer, porém pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. O movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, iniciado em 2015, visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão – www.setembroamarelo.org.br

* Dados do Ministério da Saúde

Mais informações

cvv.org.br
facebook.com/cvvoficial
instagram.com/cvvoficial/
twitter.com/CVVoficial

Publicidade

Publicidade