Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Balneário Camboriú tem alto índice de suicídio entre jovens

Sexta, 31/8/2018 9:26.

*Santa Catarina ocupa o segundo lugar no ranking nacional de suicídios de jovens.

*Balneário Camboriú é a segunda cidade com maior número de suicídios de jovens no Estado.

*Balneário Camboriú ocupa a posição 35 entre 5500 municipios no ranking nacional de suicidio entre jovens.

Os números refletem um cenário preocupante em todos os níveis. Por isso, o coordenador do Centro de Valorização à Vida (CVV) de Balneário Camboriú, José de Arimatea Ribeiro Moraes, acredita que o Setembro Amarelo que começa neste sábado, pode mesmo servir como um alerta à população.

A reportagem perguntou ‘por que tantos jovens tiram a própria vida?’ e Arimatéa respondeu com outra pergunta ‘por que os pais foram tão negligentes?’.

“Os pais estão sempre correndo, não têm tempo para seus filhos, param o carro na frente da escola, abrem a porta em qualquer lugar, até no meio da rua, não ensinam o filho a atravessar no lugar certo, não estão ajudando o filho a ser forte, a crescer. Nós resolvemos as coisas por eles e frustramos eles. Nós ensinamos eles a andar e engessamos uma perna quando não as duas. Não damos limites”, reagiu Arimatéa.

Ele lembrou que, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 15 anos o número de suicídios aumentou 65% na faixa dos 10 aos 14 anos e 45% na faixa dos 15 aos 19 anos.

“É assustador. As pessoas ficam questionando, procurando um culpado, seriam as drogas? Ou quem sabe o celular? Eu digo não, é porque não houve acolhimento, somos nós que estamos deixando de fazer a nossa obrigação de pais. É por isso que nosso trabalho no CVV é de valorização à vida”, disse.

Abraço à Vida

Por toda essa situação que é grave em Balneário Camboriú, o coordenador do CVV destaca a importância do Programa Abraço à Vida que a prefeitura está lançando neste sábado, na praça Tamandaré.

“Foi uma ideia brilhante da primeira dama Mozara Paris. Nós participamos das reuniões preparatórias e podemos ajudar a qualificar os multiplicadores que serão formados nas igrejas, associações, entidades de classe, para ensinar como eles devem acolher estas pessoas em momentos difíceis. Sugerimos abrir o Setembro Amarelo com esta presença do poder público e eles concordaram, a cidade está de parabéns por ter elaborado esse programa como uma política pública”, explicou Arimatéa.

O CVV Nacional (188) já recebeu mais de 11 mil chamadas em apenas um dia.

O CVV de Balneário recebe em média 600 ligações por mês. Tem atualmente 23 voluntários e no dia 30 de setembro estará realizando um novo curso para voluntários, em sua sede na secretaria da Pessoa Idosa (Rua 1822, 614, informações 47 2033-2411).

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Balneário Camboriú tem alto índice de suicídio entre jovens

Publicidade

Sexta, 31/8/2018 9:26.

*Santa Catarina ocupa o segundo lugar no ranking nacional de suicídios de jovens.

*Balneário Camboriú é a segunda cidade com maior número de suicídios de jovens no Estado.

*Balneário Camboriú ocupa a posição 35 entre 5500 municipios no ranking nacional de suicidio entre jovens.

Os números refletem um cenário preocupante em todos os níveis. Por isso, o coordenador do Centro de Valorização à Vida (CVV) de Balneário Camboriú, José de Arimatea Ribeiro Moraes, acredita que o Setembro Amarelo que começa neste sábado, pode mesmo servir como um alerta à população.

A reportagem perguntou ‘por que tantos jovens tiram a própria vida?’ e Arimatéa respondeu com outra pergunta ‘por que os pais foram tão negligentes?’.

“Os pais estão sempre correndo, não têm tempo para seus filhos, param o carro na frente da escola, abrem a porta em qualquer lugar, até no meio da rua, não ensinam o filho a atravessar no lugar certo, não estão ajudando o filho a ser forte, a crescer. Nós resolvemos as coisas por eles e frustramos eles. Nós ensinamos eles a andar e engessamos uma perna quando não as duas. Não damos limites”, reagiu Arimatéa.

Ele lembrou que, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 15 anos o número de suicídios aumentou 65% na faixa dos 10 aos 14 anos e 45% na faixa dos 15 aos 19 anos.

“É assustador. As pessoas ficam questionando, procurando um culpado, seriam as drogas? Ou quem sabe o celular? Eu digo não, é porque não houve acolhimento, somos nós que estamos deixando de fazer a nossa obrigação de pais. É por isso que nosso trabalho no CVV é de valorização à vida”, disse.

Abraço à Vida

Por toda essa situação que é grave em Balneário Camboriú, o coordenador do CVV destaca a importância do Programa Abraço à Vida que a prefeitura está lançando neste sábado, na praça Tamandaré.

“Foi uma ideia brilhante da primeira dama Mozara Paris. Nós participamos das reuniões preparatórias e podemos ajudar a qualificar os multiplicadores que serão formados nas igrejas, associações, entidades de classe, para ensinar como eles devem acolher estas pessoas em momentos difíceis. Sugerimos abrir o Setembro Amarelo com esta presença do poder público e eles concordaram, a cidade está de parabéns por ter elaborado esse programa como uma política pública”, explicou Arimatéa.

O CVV Nacional (188) já recebeu mais de 11 mil chamadas em apenas um dia.

O CVV de Balneário recebe em média 600 ligações por mês. Tem atualmente 23 voluntários e no dia 30 de setembro estará realizando um novo curso para voluntários, em sua sede na secretaria da Pessoa Idosa (Rua 1822, 614, informações 47 2033-2411).

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade