Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Hospital Ruth Cardoso inicia cadastro de doulas

Sexta, 22/9/2017 10:37.

A Prefeitura divulgou que a maternidade do Hospital Municipal Ruth Cardoso iniciou o cadastramento de doulas, mulheres que dão assistência às gestantes durante o parto. O serviço é voluntário e não garante vínculo empregatício.

O hospital divulgou que a iniciativa é uma complementação das boas práticas que estão sendo implantadas na casa de saúde, além de ser direito resguardado por lei estadual que começou a vigorar no ano passado.

“O hospital não tinha essa normativa que organiza o acesso das doulas de forma segura e organizada. Hoje podemos contar com a profissional ajudando na nossa missão que é de prestar uma assistência humanizada, contribuindo para o emponderamento feminino. A doula fica ao lado da gestante em todo período do parto, onde consegue prestar apoio emocional e físico para a mulher e seu acompanhante”, explica a coordenadora da Maternidade e Obstetrícia, Tatiana Assis.

Como o número de nascimentos é grande, em uma média de 280 por mês, a doula vai complementar a assistência dada à gestante, com um acompanhamento mais individualizado.

A doula que tiver interesse em acompanhar gestante dentro do Ruth deve realizar um cadastro na recepção do hospital, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Após análise e aprovação da documentação, ela receberá uma identificação para ter o acesso às dependências da maternidade para acompanhar qualquer gestante que aceite ser acompanhada por uma doula.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Hospital Ruth Cardoso inicia cadastro de doulas

Publicidade

Sexta, 22/9/2017 10:37.

A Prefeitura divulgou que a maternidade do Hospital Municipal Ruth Cardoso iniciou o cadastramento de doulas, mulheres que dão assistência às gestantes durante o parto. O serviço é voluntário e não garante vínculo empregatício.

O hospital divulgou que a iniciativa é uma complementação das boas práticas que estão sendo implantadas na casa de saúde, além de ser direito resguardado por lei estadual que começou a vigorar no ano passado.

“O hospital não tinha essa normativa que organiza o acesso das doulas de forma segura e organizada. Hoje podemos contar com a profissional ajudando na nossa missão que é de prestar uma assistência humanizada, contribuindo para o emponderamento feminino. A doula fica ao lado da gestante em todo período do parto, onde consegue prestar apoio emocional e físico para a mulher e seu acompanhante”, explica a coordenadora da Maternidade e Obstetrícia, Tatiana Assis.

Como o número de nascimentos é grande, em uma média de 280 por mês, a doula vai complementar a assistência dada à gestante, com um acompanhamento mais individualizado.

A doula que tiver interesse em acompanhar gestante dentro do Ruth deve realizar um cadastro na recepção do hospital, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Após análise e aprovação da documentação, ela receberá uma identificação para ter o acesso às dependências da maternidade para acompanhar qualquer gestante que aceite ser acompanhada por uma doula.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade