Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Prefeitura luta para manter o estoque de remédios na farmácia municipal

Quinta, 15/9/2016 8:50.

Durante a semana passada ocorreram reclamações de que faltavam remédios na farmácia municipal, o que foi confirmado, em parte, pelo secretário de Compras Mário Teixeira.

O secretário foi até a farmácia conferir e sua visita coincidiu com a chegada de remédios entregues por fornecedores em decorrência da última licitação realizada, em valor superior a R$ 600 mil.

O suprimento de remédios para a prefeitura é uma encrenca, atuam neste mercado fornecedores desonestos e muitas vezes partes das licitações ficam de desertas, ninguém apresenta proposta para determinados ítens.

Foi o que ocorreu agora, a prefeitura licitou 224 medicamentos, conseguiu comprar 188 e outros 36 não tiveram proposta. Esses 36 serão novamente licitados, mas enquanto isso muitas pessoas reclamarão que faltam remédios na prefeitura. E com razão porque quem precisa não pode esperar.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Volume de resíduos não é um indicador seguro da quantidade de turistas


Policia

Praça central de Balneário Camboriú é o ponto preferido também de andarilhos e usuários 


Policia

A suspeita é que funcionários dos gabinetes da Alerj devolviam parte dos salários


Política


Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Até embarcações de pequeno porte levantam areia, depende das condições 


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Prefeitura luta para manter o estoque de remédios na farmácia municipal

Quinta, 15/9/2016 8:50.

Durante a semana passada ocorreram reclamações de que faltavam remédios na farmácia municipal, o que foi confirmado, em parte, pelo secretário de Compras Mário Teixeira.

O secretário foi até a farmácia conferir e sua visita coincidiu com a chegada de remédios entregues por fornecedores em decorrência da última licitação realizada, em valor superior a R$ 600 mil.

O suprimento de remédios para a prefeitura é uma encrenca, atuam neste mercado fornecedores desonestos e muitas vezes partes das licitações ficam de desertas, ninguém apresenta proposta para determinados ítens.

Foi o que ocorreu agora, a prefeitura licitou 224 medicamentos, conseguiu comprar 188 e outros 36 não tiveram proposta. Esses 36 serão novamente licitados, mas enquanto isso muitas pessoas reclamarão que faltam remédios na prefeitura. E com razão porque quem precisa não pode esperar.

Publicidade

Publicidade