Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Segundo Saúde, Ruth Cardoso ficará sem tomografia por pelo menos 15 dias

Quarta, 6/4/2016 10:58.

De acordo com a prefeitura, a situação do Hospital Municipal Ruth Cardoso está se resolvendo, mas a unidade continua sem tomografia – que está sendo realizada na Clínica São Lucas. Na terça-feira (5) o Página 3 denunciou que o hospital público de Balneário estava sem raio-x, endoscopia, tomografia e ultrassom.

O secretário de Saúde Eroni Foresti conta que aconteceu ainda na terça uma reunião de emergência, entre ele, prefeito Edson Renato Dias e diretoria do hospital. “O raio-x estava com problema em sua digitalizadora, mas já consertamos e ele está funcionando normalmente. Já na questão da tomografia queimou um tubo e ela está parada”, conta.

Ele afirma que para consertar esse tubo é preciso de uma peça que não foi localizada na região, e deverá ser trazida de São Paulo. Ela custa cerca de R$ 200 mil e chegará entre 15 e 30 dias. Até lá, o Ruth Cardoso está com um credenciamento com a Clínica São Lucas e os pacientes que precisarem de tomografia serão encaminhados para lá. “Quando quebra esse aparelho do Hospital Marieta, de Itajaí, eles também fazem isso ou então trazem para nós”, comenta.

O ultrassom foi cedido pelo Posto de Saúde Central, que fica na Rua 1.500, que tinha dois. Agora cada um está operando com um, tanto o posto quanto o hospital. Já sobre a endoscopia, Foresti diz que possuem um médico responsável e que está trabalhando normalmente, apesar de ter fila para atendimento. “Conseguimos resolver praticamente tudo, o que não resolvemos conseguimos simplificar a situação”, diz.

Médicos

Outro problema que o Ruth vem enfrentando há tempos é a falta de médicos. O secretário reconhece a situação e diz que estão trabalhando para melhorar esse quadro. “Conversei com cada um dos médicos que já temos, que reclamam de questões salariais, e mostrei que estamos pagando para eles o que podemos pagar no momento. Não pagamos mal mas não podemos aumentar valores, apenas os 10% a mais de renovação de contrato”, diz.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Segundo Saúde, Ruth Cardoso ficará sem tomografia por pelo menos 15 dias

De acordo com a prefeitura, a situação do Hospital Municipal Ruth Cardoso está se resolvendo, mas a unidade continua sem tomografia – que está sendo realizada na Clínica São Lucas. Na terça-feira (5) o Página 3 denunciou que o hospital público de Balneário estava sem raio-x, endoscopia, tomografia e ultrassom.

O secretário de Saúde Eroni Foresti conta que aconteceu ainda na terça uma reunião de emergência, entre ele, prefeito Edson Renato Dias e diretoria do hospital. “O raio-x estava com problema em sua digitalizadora, mas já consertamos e ele está funcionando normalmente. Já na questão da tomografia queimou um tubo e ela está parada”, conta.

Ele afirma que para consertar esse tubo é preciso de uma peça que não foi localizada na região, e deverá ser trazida de São Paulo. Ela custa cerca de R$ 200 mil e chegará entre 15 e 30 dias. Até lá, o Ruth Cardoso está com um credenciamento com a Clínica São Lucas e os pacientes que precisarem de tomografia serão encaminhados para lá. “Quando quebra esse aparelho do Hospital Marieta, de Itajaí, eles também fazem isso ou então trazem para nós”, comenta.

O ultrassom foi cedido pelo Posto de Saúde Central, que fica na Rua 1.500, que tinha dois. Agora cada um está operando com um, tanto o posto quanto o hospital. Já sobre a endoscopia, Foresti diz que possuem um médico responsável e que está trabalhando normalmente, apesar de ter fila para atendimento. “Conseguimos resolver praticamente tudo, o que não resolvemos conseguimos simplificar a situação”, diz.

Médicos

Outro problema que o Ruth vem enfrentando há tempos é a falta de médicos. O secretário reconhece a situação e diz que estão trabalhando para melhorar esse quadro. “Conversei com cada um dos médicos que já temos, que reclamam de questões salariais, e mostrei que estamos pagando para eles o que podemos pagar no momento. Não pagamos mal mas não podemos aumentar valores, apenas os 10% a mais de renovação de contrato”, diz.

Publicidade

Publicidade