Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Banco de Leite do Marieta precisa de mais doadoras
Divulgação

Segunda, 25/4/2016 8:16.

O Banco de Leite do Hospital Marieta recebeu o certificado Ouro-Excelência, do Ministério da Saúde, pelo desempenho em 2015. Ele foi um dos nove de Santa Catarina que receberam o certificado pelo cumprimento dos requisitos elaborados pela Rede Brasileira e Programa Iberoamericano em Bancos de Leite Humano. No ano passado nasceram 3.457 bebês no Marieta. Este ano nasceram 320 em janeiro, 310 em fevereiro e 316 em marçi e se a média mensal continuar nesse ritmo, poderá ultrapassar 2015. Com esse número expressivo de nascimento, é importante ressaltar a doação para o Banco de Leite, pois o estoque está baixo.

A afirmação é da enfermeira Larissa Silva, responsável pelo Banco de Leite e Centro Obstétrico do Marieta. Nesta entrevista, Larissa fala sobre o funcionamento do Banco de Leite.

Como funciona o Banco de Leite do Marieta?

Ele existe desde 2002, funciona todos os dias, 24 horas. Realizamos serviço de orientação quanto à amamentação para as mães internadas e externas. Também é realizada a coleta do leite materno doado em domicílio. O setor faz a seleção, pasteurização e testes de qualidades nesses leites, além do porcionamento e distribuição para os bebês internados na unidade neonatal.

Quantos bebês atinge?

Atinge os bebês da unidade neonatal (UTI e UCI), com total de 20 leitos e alguns bebês do alojamento conjunto. São bebês com alguma intercorrência na saúde que não podem ir ao seio materno. A quantidade de leite depende de quantos bebês temos internados no momento, além do volume de leite prescrito. Como esses leites sofrem um processo de testagem, alguns muitas vezes são reprovados e desprezados. Então quanto maior a doação de leite materno, melhor para o estoque do nosso Banco de Leite, que nesse momento está abaixo do ideal.

Quais municípios o Banco atende?

O Hospital Marieta atende todos os 11 municípios que compõem a Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), abrangendo cerca de 700 mil habitantes. Os atendimentos no Banco de Leite são para todas as mães que procuram a unidade. As coletas em domicílio são realizadas nos municípios de Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú e Navegantes. Uma equipe do Hospital vai até a casa das mamães.

Como as mães podem doar?

Quem pode doar: mães saudáveis que estão amamentando seus filhos e possuem leite em excesso. As mães podem entrar em contato por telefone (47) 3249 9400 ou ir até o Hospital Marieta. Será necessário o preenchimento de um cadastro e a apresentação da carteirinha de pré-natal com os exames.

Como é mantido o estoque, cuidados e testes?

Todo leite recepcionado no Banco passa por um processo de seleção, classificação, pasteurização e controle de qualidade por testes no laboratório. Somente após o resultado desses exames é que este leite é liberado para o preparo aos bebês.

A mãe que tem excesso de leite pode tirar em casa e guardar para o banco ou não? Como armazenar esse leite?

Sim, na primeira visita a funcionária do banco preenche o cadastro e fornece todas as informações de retirada e armazenamento desse leite. Uma vez por semana o banco passa nessas casas realizando a coleta desses vidros armazenados, tirando dúvidas e entregando outros vidros esterilizados para as próximas coletas. O leite deve ser guardado no freezer ou no congelador da geladeira por até 10 dias.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Banco de Leite do Marieta precisa de mais doadoras

Divulgação
Segunda, 25/4/2016 8:16.

O Banco de Leite do Hospital Marieta recebeu o certificado Ouro-Excelência, do Ministério da Saúde, pelo desempenho em 2015. Ele foi um dos nove de Santa Catarina que receberam o certificado pelo cumprimento dos requisitos elaborados pela Rede Brasileira e Programa Iberoamericano em Bancos de Leite Humano. No ano passado nasceram 3.457 bebês no Marieta. Este ano nasceram 320 em janeiro, 310 em fevereiro e 316 em marçi e se a média mensal continuar nesse ritmo, poderá ultrapassar 2015. Com esse número expressivo de nascimento, é importante ressaltar a doação para o Banco de Leite, pois o estoque está baixo.

A afirmação é da enfermeira Larissa Silva, responsável pelo Banco de Leite e Centro Obstétrico do Marieta. Nesta entrevista, Larissa fala sobre o funcionamento do Banco de Leite.

Como funciona o Banco de Leite do Marieta?

Ele existe desde 2002, funciona todos os dias, 24 horas. Realizamos serviço de orientação quanto à amamentação para as mães internadas e externas. Também é realizada a coleta do leite materno doado em domicílio. O setor faz a seleção, pasteurização e testes de qualidades nesses leites, além do porcionamento e distribuição para os bebês internados na unidade neonatal.

Quantos bebês atinge?

Atinge os bebês da unidade neonatal (UTI e UCI), com total de 20 leitos e alguns bebês do alojamento conjunto. São bebês com alguma intercorrência na saúde que não podem ir ao seio materno. A quantidade de leite depende de quantos bebês temos internados no momento, além do volume de leite prescrito. Como esses leites sofrem um processo de testagem, alguns muitas vezes são reprovados e desprezados. Então quanto maior a doação de leite materno, melhor para o estoque do nosso Banco de Leite, que nesse momento está abaixo do ideal.

Quais municípios o Banco atende?

O Hospital Marieta atende todos os 11 municípios que compõem a Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri), abrangendo cerca de 700 mil habitantes. Os atendimentos no Banco de Leite são para todas as mães que procuram a unidade. As coletas em domicílio são realizadas nos municípios de Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú e Navegantes. Uma equipe do Hospital vai até a casa das mamães.

Como as mães podem doar?

Quem pode doar: mães saudáveis que estão amamentando seus filhos e possuem leite em excesso. As mães podem entrar em contato por telefone (47) 3249 9400 ou ir até o Hospital Marieta. Será necessário o preenchimento de um cadastro e a apresentação da carteirinha de pré-natal com os exames.

Como é mantido o estoque, cuidados e testes?

Todo leite recepcionado no Banco passa por um processo de seleção, classificação, pasteurização e controle de qualidade por testes no laboratório. Somente após o resultado desses exames é que este leite é liberado para o preparo aos bebês.

A mãe que tem excesso de leite pode tirar em casa e guardar para o banco ou não? Como armazenar esse leite?

Sim, na primeira visita a funcionária do banco preenche o cadastro e fornece todas as informações de retirada e armazenamento desse leite. Uma vez por semana o banco passa nessas casas realizando a coleta desses vidros armazenados, tirando dúvidas e entregando outros vidros esterilizados para as próximas coletas. O leite deve ser guardado no freezer ou no congelador da geladeira por até 10 dias.

Publicidade

Publicidade