Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Médico explica como se prevenir contra a Gripe A

Quinta, 14/4/2016 10:03.

Depois da Dengue e do Zika Vírus, Santa Catarina está vivendo mais um momento de alerta epidemiológico com a Gripe A. O frio ainda não chegou, mas como o Estado já registrou mortes pela doença toda a prevenção é bem-vinda.

Ricardo Zimmermann, infectologista do Hospital Marieta Konder Bornhausen, lembra que a principal forma de contágio é a aérea. Por isso é importante manter ambientes arejados e se possível, evitar locais com aglomeração de pessoas. O contágio pelo contato também é possível, por isso o uso de álcool gel é aconselhado.

Ele explica que todos os grupos de pessoa são passíveis de contágio, mas há alguns considerados de risco pela baixa imunidade, como menores de dois anos e maiores de 60, portadores de doenças crônicas e gestantes.

O médico destaca que nessa época são comuns os quadros de resfriado com tosse, dor de garganta e febre baixa, e que as unidades básicas de saúde podem e devem ser procuradas primeiro, porém é importante ficar atento a alguns sintomas que podem exigir cuidados maiores. “Deve-se levar ao hospital se houver dificuldade para respirar”, destacou. Ele informa que a Gripe se diferencia pelo estado mais severo, em que há muita dificuldade para realizar as atividades rotineiras.

“É essencial utilizar a vacina, que é segura e eficaz. Temos a trivalente, que é contra três tipos de vírus e a tetravalente, contra quatro, mas que só está disponível nas redes particulares. A imunização é essencial para evitar a doença esse ano e evitar que ela fique mais forte no próximo”, finalizou.

A vacinação pelo SUS começa no Estado no dia 25, apenas para grupos prioritários. Nas unidades particulares já estão sendo aplicadas.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Policia

Prefeito Fabrício Oliveira quer tornar Balneário Camboriú a cidade mais segura do Brasil


Saúde

 Cidade é área de atenção e apenas 2.500 tomaram a vacina até agora. Doença pode matar.


Geral

O cantor Armandinho organiza o festival, que tem entrada gratuita


Cinema

Ele retrata a conexão de artistas com a cidade


Publicidade


Publicidade


Política

Ele aparentemente fez escolhas erradas em seu caminho político 


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Policia

Gaúcho comeu no restaurante e não tinha dinheiro para pagar


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Médico explica como se prevenir contra a Gripe A

Quinta, 14/4/2016 10:03.

Depois da Dengue e do Zika Vírus, Santa Catarina está vivendo mais um momento de alerta epidemiológico com a Gripe A. O frio ainda não chegou, mas como o Estado já registrou mortes pela doença toda a prevenção é bem-vinda.

Ricardo Zimmermann, infectologista do Hospital Marieta Konder Bornhausen, lembra que a principal forma de contágio é a aérea. Por isso é importante manter ambientes arejados e se possível, evitar locais com aglomeração de pessoas. O contágio pelo contato também é possível, por isso o uso de álcool gel é aconselhado.

Ele explica que todos os grupos de pessoa são passíveis de contágio, mas há alguns considerados de risco pela baixa imunidade, como menores de dois anos e maiores de 60, portadores de doenças crônicas e gestantes.

O médico destaca que nessa época são comuns os quadros de resfriado com tosse, dor de garganta e febre baixa, e que as unidades básicas de saúde podem e devem ser procuradas primeiro, porém é importante ficar atento a alguns sintomas que podem exigir cuidados maiores. “Deve-se levar ao hospital se houver dificuldade para respirar”, destacou. Ele informa que a Gripe se diferencia pelo estado mais severo, em que há muita dificuldade para realizar as atividades rotineiras.

“É essencial utilizar a vacina, que é segura e eficaz. Temos a trivalente, que é contra três tipos de vírus e a tetravalente, contra quatro, mas que só está disponível nas redes particulares. A imunização é essencial para evitar a doença esse ano e evitar que ela fique mais forte no próximo”, finalizou.

A vacinação pelo SUS começa no Estado no dia 25, apenas para grupos prioritários. Nas unidades particulares já estão sendo aplicadas.

Publicidade

Publicidade