Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Correios emite nota sobre paralisação em Balneário Camboriú
Reprodução

Quarta, 30/1/2019 15:11.

Funcionários da agência dos Correios da Avenida Brasil, de Balneário Camboriú, fizeram uma paralisação dos atendimentos nesta quarta-feira (30), em protesto contra a falta de ar condicionado.

Eles alegam que houve descaso da empresa para providenciar o reparo e que funcionários e clientes estariam em situações desconfortáveis por causa do calor dos últimos dias.

Em nota, a assessoria dos Correios informou que “como a empresa contratada para a manutenção do aparelho não conseguiu fazer o reparo, os Correios estão buscando outro fornecedor; no entanto, em virtude da alta demanda pelo serviço no verão, há dificuldades em encontrar outra empresa especializada. Foi dada prioridade para resolver a situaçã. Em paralelo ao conserto do ar condicionado, os Correios negociam o retorno dos empregados da agência durante o decorrer do dia. A empresa também já sinalizou a proposta de, até se resolver a questão, reduzir o horário de atendimento das 9h às 13h, evitando, assim, o trabalho nos horários de intenso calor”.

Os Correios destacaram que não se trata de greve e sim de uma “paralisação isolada” em relação ao problema apresentado.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

 André Gevaerd quer trazer eventos de diversas áreas para a cidade


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Correios emite nota sobre paralisação em Balneário Camboriú

Reprodução

Publicidade

Quarta, 30/1/2019 15:11.

Funcionários da agência dos Correios da Avenida Brasil, de Balneário Camboriú, fizeram uma paralisação dos atendimentos nesta quarta-feira (30), em protesto contra a falta de ar condicionado.

Eles alegam que houve descaso da empresa para providenciar o reparo e que funcionários e clientes estariam em situações desconfortáveis por causa do calor dos últimos dias.

Em nota, a assessoria dos Correios informou que “como a empresa contratada para a manutenção do aparelho não conseguiu fazer o reparo, os Correios estão buscando outro fornecedor; no entanto, em virtude da alta demanda pelo serviço no verão, há dificuldades em encontrar outra empresa especializada. Foi dada prioridade para resolver a situaçã. Em paralelo ao conserto do ar condicionado, os Correios negociam o retorno dos empregados da agência durante o decorrer do dia. A empresa também já sinalizou a proposta de, até se resolver a questão, reduzir o horário de atendimento das 9h às 13h, evitando, assim, o trabalho nos horários de intenso calor”.

Os Correios destacaram que não se trata de greve e sim de uma “paralisação isolada” em relação ao problema apresentado.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade