Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Morre o estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor artístico da Chanel

Terça, 19/2/2019 9:51.

LUCAS NEVES
PARIS, FRANÇA (FOLHAPRESS) - Morreu nesta terça-feira (19), em Paris, o estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor criativo da grife Chanel desde 1983 e um dos ícones da moda mundial nas últimas décadas.

O designer nunca quis revelar sua idade, mas acredita-se que tenha nascido em setembro de 1933, ou seja, que tivesse hoje 85 anos.

Ele havia sido hospitalizado na noite de segunda (18), em Neuilly sur Seine, na periferia noroeste de Paris.

Natural de Hamburgo, ele chegou à capital francesa no começo dos anos 1950, com a mãe, e logo começou a trabalhar para o estilista Pierre Balmain. Passou em seguida pelas grifes Jean Patou e Chloé, antes de aportar na italiana Fendi, cujo comando ele acumulava com o da Chanel.

Conhecido pela cabeleira branca, pelas luvas de couro com os dedos à mostra e pelos óculos escuros dos quais parecia nunca desgrudar, Lagerfeld criou sua própria maison de alta costura em 1984.  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Justiça

MP diz que aluguel de totens de segurança causou prejuízo ao erário


Geral

Evento será nessa sexta (24) e sábado (25)


Cultura

 André Gevaerd quer trazer eventos de diversas áreas para a cidade


Cultura

Livro “Camboriú e Balneário e Camboriú – a história das duas cidades” em nova versão


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Morre o estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor artístico da Chanel

Publicidade

Terça, 19/2/2019 9:51.

LUCAS NEVES
PARIS, FRANÇA (FOLHAPRESS) - Morreu nesta terça-feira (19), em Paris, o estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor criativo da grife Chanel desde 1983 e um dos ícones da moda mundial nas últimas décadas.

O designer nunca quis revelar sua idade, mas acredita-se que tenha nascido em setembro de 1933, ou seja, que tivesse hoje 85 anos.

Ele havia sido hospitalizado na noite de segunda (18), em Neuilly sur Seine, na periferia noroeste de Paris.

Natural de Hamburgo, ele chegou à capital francesa no começo dos anos 1950, com a mãe, e logo começou a trabalhar para o estilista Pierre Balmain. Passou em seguida pelas grifes Jean Patou e Chloé, antes de aportar na italiana Fendi, cujo comando ele acumulava com o da Chanel.

Conhecido pela cabeleira branca, pelas luvas de couro com os dedos à mostra e pelos óculos escuros dos quais parecia nunca desgrudar, Lagerfeld criou sua própria maison de alta costura em 1984.  

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade