Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Rapidinhas
CESTA BÁSICA

Segunda, 3/9/2018 15:06.

Publicidade

O preço da cesta básica subiu pela segunda vez consecutiva em Itajaí, passando de R$354,57 em julho para R$355,51 em agosto. Apesar da variação ser pequena, de 0,26%, alguns produtos tiveram aumento significativo.

Com mais esta alta, a cesta básica já acumula elevação de 12,03% em 2018. Os dados são do Projeto Cesta Básica Alimentar da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), que elabora o indicador com monitoramento da Uni Júnior, a partir de pesquisa realizada em seis supermercados da cidade.

Cinco dos 13 produtos analisados contribuíram para o aumento: tomate com 39,06%, sendo que em julho havia caído 19,28%; a banana que subiu 6,31% (segunda alta consecutiva); o pão francês (4,64%); o café em pó 2,01% (segunda alta consecutiva); e o óleo de soja (0,58%). Com esta alta, o poder de compra do trabalhador assalariado em relação a alimentos básicos teve uma ligeira piora.

O custo da cesta básica sobre o salário mínimo passou de 37,17% em julho para 37,27% em agosto, ainda acima da referência ideal de 33,34%.

Informações: (47) 3341-7618


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

CESTA BÁSICA

Publicidade

Segunda, 3/9/2018 15:06.

O preço da cesta básica subiu pela segunda vez consecutiva em Itajaí, passando de R$354,57 em julho para R$355,51 em agosto. Apesar da variação ser pequena, de 0,26%, alguns produtos tiveram aumento significativo.

Com mais esta alta, a cesta básica já acumula elevação de 12,03% em 2018. Os dados são do Projeto Cesta Básica Alimentar da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), que elabora o indicador com monitoramento da Uni Júnior, a partir de pesquisa realizada em seis supermercados da cidade.

Cinco dos 13 produtos analisados contribuíram para o aumento: tomate com 39,06%, sendo que em julho havia caído 19,28%; a banana que subiu 6,31% (segunda alta consecutiva); o pão francês (4,64%); o café em pó 2,01% (segunda alta consecutiva); e o óleo de soja (0,58%). Com esta alta, o poder de compra do trabalhador assalariado em relação a alimentos básicos teve uma ligeira piora.

O custo da cesta básica sobre o salário mínimo passou de 37,17% em julho para 37,27% em agosto, ainda acima da referência ideal de 33,34%.

Informações: (47) 3341-7618


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade