Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Lucas Gotardo propõe redução dos salários dos cargos comissionados da Câmara de Vereadores

Quinta, 9/4/2020 17:59.
Débora Halfen

Publicidade

(DANI SISNANDES) -O vereador de Balneário Camboriú Lucas Gotardo (Partido Novo), apresentou na tarde desta quinta-feira (9) um projeto de lei que reduz salários de cargos comissionados do Legislativo e gratificações, com objetivo de destinar recursos ao combate ao novo coronavírus.

O vereador usou como base para o cálculo o teto do Regime Geral de Previdência Social, que é de R$ 6,101,05. Ele estipulou descontos de forma escalonada, com reduções que chegam a 30% dos salários.

Em números, serão economizados aproximadamente R$ 100 mil por mês. Se a proposta de Lucas for aprovada, o dinheiro economizado poderia custear mais de 100 diárias de UTI, conforme a tabela SUS. Somando com a economia que será feita com a redução dos salários dos vereadores, aprovada ontem, a capacidade de investimento em ações de enfrentamento dobra.

“Os números de casos sobem a cada dia e é questão de tempo para nosso sistema de saúde entrar em colapso. Nos engajarmos nisso é uma questão de humanidade. Precisamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para nos prevenirmos de um cenário trágico, onde é necessário escolher entre quem vive ou morre”, declarou.

Na semana passada Lucas já havia preparado a minuta de um projeto reduzindo salários dos vereadores e cargos comissionados, porém prevaleceu o consenso por votar a proposta apresentada pela Mesa Diretora, que definia somente a redução em 50% dos salários dos edis.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Débora Halfen

Lucas Gotardo propõe redução dos salários dos cargos comissionados da Câmara de Vereadores

Publicidade

Quinta, 9/4/2020 17:59.

(DANI SISNANDES) -O vereador de Balneário Camboriú Lucas Gotardo (Partido Novo), apresentou na tarde desta quinta-feira (9) um projeto de lei que reduz salários de cargos comissionados do Legislativo e gratificações, com objetivo de destinar recursos ao combate ao novo coronavírus.

O vereador usou como base para o cálculo o teto do Regime Geral de Previdência Social, que é de R$ 6,101,05. Ele estipulou descontos de forma escalonada, com reduções que chegam a 30% dos salários.

Em números, serão economizados aproximadamente R$ 100 mil por mês. Se a proposta de Lucas for aprovada, o dinheiro economizado poderia custear mais de 100 diárias de UTI, conforme a tabela SUS. Somando com a economia que será feita com a redução dos salários dos vereadores, aprovada ontem, a capacidade de investimento em ações de enfrentamento dobra.

“Os números de casos sobem a cada dia e é questão de tempo para nosso sistema de saúde entrar em colapso. Nos engajarmos nisso é uma questão de humanidade. Precisamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para nos prevenirmos de um cenário trágico, onde é necessário escolher entre quem vive ou morre”, declarou.

Na semana passada Lucas já havia preparado a minuta de um projeto reduzindo salários dos vereadores e cargos comissionados, porém prevaleceu o consenso por votar a proposta apresentada pela Mesa Diretora, que definia somente a redução em 50% dos salários dos edis.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade