Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Uniavan participará da Revisão das Leis de Balneário Camboriú
Quinta, 5/9/2019 11:22.
Divulgação

Publicidade

O Centro Universitário (Uniavan), através de seu Ateliê Jurídico, firmou parceria com o grupo de estudos de Revisão das Leis de Balneário Camboriú, a convite do gabinete do vereador Lucas Gotardo.

O curso de Direito, coordenado pelo professor João Jorge Fernandes Junior, abriu dez vagas para acadêmicos interessados em participar. A colaboração é voluntária, porém contará como horas complementares.

A participação dos alunos terá supervisão dos professores Marioly Oze Mendes e Carlos Eduardo Gimenes.

A Revisão das Leis tem foco na desburocratização através da análise das normas municipais, e posterior propositura de consolidações e revogações.

Os voluntários, indicados por entidades como OAB, AMPE, Casa dos Conselhos, Udesc, CDL, Univali, Acibalc, Rede Feminina e Sinduscon, já analisaram mais de 500 leis. 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Uniavan participará da Revisão das Leis de Balneário Camboriú

Divulgação

Publicidade

Quinta, 5/9/2019 11:22.

O Centro Universitário (Uniavan), através de seu Ateliê Jurídico, firmou parceria com o grupo de estudos de Revisão das Leis de Balneário Camboriú, a convite do gabinete do vereador Lucas Gotardo.

O curso de Direito, coordenado pelo professor João Jorge Fernandes Junior, abriu dez vagas para acadêmicos interessados em participar. A colaboração é voluntária, porém contará como horas complementares.

A participação dos alunos terá supervisão dos professores Marioly Oze Mendes e Carlos Eduardo Gimenes.

A Revisão das Leis tem foco na desburocratização através da análise das normas municipais, e posterior propositura de consolidações e revogações.

Os voluntários, indicados por entidades como OAB, AMPE, Casa dos Conselhos, Udesc, CDL, Univali, Acibalc, Rede Feminina e Sinduscon, já analisaram mais de 500 leis. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques