Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Balneário Camboriú lança programa de transparência e anticorrupção

“Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito

Terça, 17/9/2019 13:50.
Fotos: Renata Rutes
O vice-prefeito Carlos Humberto e o prefeito Fabrício Oliveira

Publicidade

“Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito

O prefeito Fabrício Oliveira lançou na manhã de hoje (17) o programa ‘Compliance e boas práticas administrativas’, focado na integridade e orientação de condutas, para deixar o poder público municipal ainda mais transparente. Será criado um comitê participativo, pois um dos objetivos é que os servidores municipais sigam regras a partir do programa, que é pioneiro a nível municipal a ser regulamentado por um decreto.

O prefeito disse que o programa é um ‘marco’ para Balneário Camboriú, defendendo que a ideia é propagar esse conceito para outras cidades que também podem implementá-lo, inclusive na próxima reunião da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) ele será apresentado.

“São práticas inovadoras que estamos trazendo para a nossa cidade. A prática da transparência é uma preocupação da comunidade, e sabemos que com isso deixaremos a nossa sociedade ainda mais forte”, diz.

Fabrício lembrou ainda que o programa da transparência e anticorrupção pode até mesmo atrair mais investidores para a cidade, já que em empresas isso já é lei, assim como também a nível federal.

“Estamos valorizando Balneário Camboriú, e isso está acima de qualquer governo. Afastar a corrupção, enfrentar isso, é o dever de todos. Boas práticas deve ser a marca de qualquer instituição brasileira, esse é um desejo do nosso povo. Estamos começando a mudança por aqui, focando menos em Brasília e sim na nossa cidade. Queremos ser um exemplo de conduta e credibilidade”, destaca.

Balneário na frente

Rodrigo De Bona que coordena a Rede de Controle de Gestão Pública de SC

Rodrigo De Bona, coordenador da Rede de Controle da Gestão Pública de Santa Catarina, esteve presente e disse que o programa é importante não só para Balneário Camboriú, mas também para o Estado.

“Não tem uma lei hoje que exija que os governos municipais precisam ter um programa assim, mas Balneário Camboriú sai na frente e mostra que entende a importância disso, mesmo sem haver uma obrigatoriedade. Parabenizo a cidade por encarar o desafio e estar focando em mudar a cultura de aceitar o errado”, explica.

Espírito de mudança

O conselheiro do Tribunal de Contas, Dado Cherem

Dado Cherem, conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina, também participou do momento e aproveitou para comentar que não visitava a prefeitura de Balneário Camboriú há 11 anos.

Ele citou o espírito de mudança que se fez presente no Brasil desde as manifestações de 2013 e que o desejo do público por transparência e pelo fim da corrupção é algo que precisa ser atendido pelos governantes.

“Esse programa de Balneário é um instrumento muito importante, vindo de encontro a isso. Esse programa de boas práticas é um exemplo de que o município é transparente, e é isso que a comunidade quer”, completa.

Dado falou também da qualidade da aplicação de verbas, enfatizando o quanto é importante ‘gastar com qualidade’.

“A prevenção é fundamental e as boas práticas são o caminho certo. Balneário Camboriú está seguindo por esse caminho”, finalizou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Fotos: Renata Rutes
O vice-prefeito Carlos Humberto e o prefeito Fabrício Oliveira
O vice-prefeito Carlos Humberto e o prefeito Fabrício Oliveira

Balneário Camboriú lança programa de transparência e anticorrupção

“Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito

Publicidade

Terça, 17/9/2019 13:50.

“Afastar a corrupção é o dever de todos”, disse o prefeito

O prefeito Fabrício Oliveira lançou na manhã de hoje (17) o programa ‘Compliance e boas práticas administrativas’, focado na integridade e orientação de condutas, para deixar o poder público municipal ainda mais transparente. Será criado um comitê participativo, pois um dos objetivos é que os servidores municipais sigam regras a partir do programa, que é pioneiro a nível municipal a ser regulamentado por um decreto.

O prefeito disse que o programa é um ‘marco’ para Balneário Camboriú, defendendo que a ideia é propagar esse conceito para outras cidades que também podem implementá-lo, inclusive na próxima reunião da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (AMFRI) ele será apresentado.

“São práticas inovadoras que estamos trazendo para a nossa cidade. A prática da transparência é uma preocupação da comunidade, e sabemos que com isso deixaremos a nossa sociedade ainda mais forte”, diz.

Fabrício lembrou ainda que o programa da transparência e anticorrupção pode até mesmo atrair mais investidores para a cidade, já que em empresas isso já é lei, assim como também a nível federal.

“Estamos valorizando Balneário Camboriú, e isso está acima de qualquer governo. Afastar a corrupção, enfrentar isso, é o dever de todos. Boas práticas deve ser a marca de qualquer instituição brasileira, esse é um desejo do nosso povo. Estamos começando a mudança por aqui, focando menos em Brasília e sim na nossa cidade. Queremos ser um exemplo de conduta e credibilidade”, destaca.

Balneário na frente

Rodrigo De Bona que coordena a Rede de Controle de Gestão Pública de SC

Rodrigo De Bona, coordenador da Rede de Controle da Gestão Pública de Santa Catarina, esteve presente e disse que o programa é importante não só para Balneário Camboriú, mas também para o Estado.

“Não tem uma lei hoje que exija que os governos municipais precisam ter um programa assim, mas Balneário Camboriú sai na frente e mostra que entende a importância disso, mesmo sem haver uma obrigatoriedade. Parabenizo a cidade por encarar o desafio e estar focando em mudar a cultura de aceitar o errado”, explica.

Espírito de mudança

O conselheiro do Tribunal de Contas, Dado Cherem

Dado Cherem, conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina, também participou do momento e aproveitou para comentar que não visitava a prefeitura de Balneário Camboriú há 11 anos.

Ele citou o espírito de mudança que se fez presente no Brasil desde as manifestações de 2013 e que o desejo do público por transparência e pelo fim da corrupção é algo que precisa ser atendido pelos governantes.

“Esse programa de Balneário é um instrumento muito importante, vindo de encontro a isso. Esse programa de boas práticas é um exemplo de que o município é transparente, e é isso que a comunidade quer”, completa.

Dado falou também da qualidade da aplicação de verbas, enfatizando o quanto é importante ‘gastar com qualidade’.

“A prevenção é fundamental e as boas práticas são o caminho certo. Balneário Camboriú está seguindo por esse caminho”, finalizou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade