Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Dileta Corrêa da Silva diz que PSL enganou a população

Ela alega que governador está indo contra as diretrizes do partido

Quinta, 23/5/2019 16:26.
Arquivo pessoal

Publicidade

Na manhã desta quinta-feira, através de postagens em redes sociais e em troca de mensagens com o Página 3, a suplente de deputada federal Dileta Corrêa da Silva disse que deixou o PSL porque o partido do presidente da República enganou o povo.

Ela disse acreditar que o próprio Jair Bolsonaro se sente desconfortável. “Não tenho dúvidas de que o Bolsonaro se sente enganado. É muito difícil saber quem são todas as pessoas que o cercam”.

Dileta é bastante conhecida em Balneário Camboriú onde mora e no Estado pela campanha por uma intervenção militar no governo Dilma Rousseff.

Ela deixou o PSL, ainda não decidiu onde se filiar e nem se concorrerá na eleições municipais.

Confira as postagens:

“Falo em conchavos, por se aliar com partidos que vão contra as diretrizes do próprio partido. Lutamos tanto pelo Brasil e pelo nosso estado e hoje vemos um monte de merda acontecendo dentro do PSL, o 'partido da mudança', o 'partido da direita', o 'partido que não aceitaria conchavos' e blá blá blá ... Não existe partido perfeito, mas o povo foi enganado. Que se mantenha vigilante…

Trabalhem por pessoas, trabalhem pelo histórico das pessoas, trabalhem pelo povo e não por projetos que enganaram o povo.
O partido é um detalhe o caráter é permanente, ou se têm ou não se têm. Não existe meio termo.
Não sou mais do PSL, talvez ainda conste que estou filiada no site do TRE, mas estou fora.

Me refiro ao PSL como um todo, mas sobretudo por tudo o que vejo aqui no estado e na minha cidade.

Na verdade, nunca fiz parte da Executiva de Balneário Camboriú, não fui bem vinda. E sei bem porque…

Abri mão da minha suplência no PSL por não concordar com muitas coisas.

Eu luto pelo povo, sou idealista, não tenho um projeto de poder para ter poder.

Eu quero mudanças para o povo, muito longe dos conchavos políticos e da velha política.
Não existe partido perfeito... existem pessoas boas e certas, ou pilantras.
Fomos cabos eleitorais de luxo para elegermos um governador, que está indo contra às diretrizes do próprio partido.

Então que partido é esse? "


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Dileta Corrêa da Silva diz que PSL enganou a população

Arquivo pessoal

Publicidade

Quinta, 23/5/2019 16:26.

Na manhã desta quinta-feira, através de postagens em redes sociais e em troca de mensagens com o Página 3, a suplente de deputada federal Dileta Corrêa da Silva disse que deixou o PSL porque o partido do presidente da República enganou o povo.

Ela disse acreditar que o próprio Jair Bolsonaro se sente desconfortável. “Não tenho dúvidas de que o Bolsonaro se sente enganado. É muito difícil saber quem são todas as pessoas que o cercam”.

Dileta é bastante conhecida em Balneário Camboriú onde mora e no Estado pela campanha por uma intervenção militar no governo Dilma Rousseff.

Ela deixou o PSL, ainda não decidiu onde se filiar e nem se concorrerá na eleições municipais.

Confira as postagens:

“Falo em conchavos, por se aliar com partidos que vão contra as diretrizes do próprio partido. Lutamos tanto pelo Brasil e pelo nosso estado e hoje vemos um monte de merda acontecendo dentro do PSL, o 'partido da mudança', o 'partido da direita', o 'partido que não aceitaria conchavos' e blá blá blá ... Não existe partido perfeito, mas o povo foi enganado. Que se mantenha vigilante…

Trabalhem por pessoas, trabalhem pelo histórico das pessoas, trabalhem pelo povo e não por projetos que enganaram o povo.
O partido é um detalhe o caráter é permanente, ou se têm ou não se têm. Não existe meio termo.
Não sou mais do PSL, talvez ainda conste que estou filiada no site do TRE, mas estou fora.

Me refiro ao PSL como um todo, mas sobretudo por tudo o que vejo aqui no estado e na minha cidade.

Na verdade, nunca fiz parte da Executiva de Balneário Camboriú, não fui bem vinda. E sei bem porque…

Abri mão da minha suplência no PSL por não concordar com muitas coisas.

Eu luto pelo povo, sou idealista, não tenho um projeto de poder para ter poder.

Eu quero mudanças para o povo, muito longe dos conchavos políticos e da velha política.
Não existe partido perfeito... existem pessoas boas e certas, ou pilantras.
Fomos cabos eleitorais de luxo para elegermos um governador, que está indo contra às diretrizes do próprio partido.

Então que partido é esse? "


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade