Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Executiva municipal do PSL repudia “invasão” ao IFC
Arquivo JP3.
Dileta, em entrevista ao Página 3 durante a campanha eleitoral.

Sábado, 27/10/2018 9:13.

A Executiva municipal do Partido Social Liberal (PSL) emitiu nota de repúdio à ”invasão” de uma reunião no Instituto Federal Catarinense, em Camboriú, por parte de alguns dos seus filiados, dentre eles a candidata a deputada federal nas últimas eleições, Dileta Corrêa da Silva.

Segundo organizadores da reunião, Dileta se identificou e assinou a lista de presença com nome falso e fez postagens ao vivo em redes sociais adjetivando professores e funcionários daquela instituição de ensino de “comunistas” como pode ser visto abaixo.

 

Por conta do noticiário do Página 3 a respeito dos fatos, Dileta antecipou que irá processar o jornal.

A nota de repúdio segue reproduzida abaixo.


 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Geral

A organização estima a participação de 5 mil fiéis


Geral

 Igreja Luterana, Igreja Matriz Sta Inês, Capela Santa Catarina de Alexandria, Paróquia São Sebastião


Opinião

Por Felipe Gustavo Koch Buttelli


Cidade

As bandeiras voltam a ser hasteadas na temporada


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Executiva municipal do PSL repudia “invasão” ao IFC

Arquivo JP3.
Dileta, em entrevista ao Página 3 durante a campanha eleitoral.
Dileta, em entrevista ao Página 3 durante a campanha eleitoral.

Publicidade

Sábado, 27/10/2018 9:13.

A Executiva municipal do Partido Social Liberal (PSL) emitiu nota de repúdio à ”invasão” de uma reunião no Instituto Federal Catarinense, em Camboriú, por parte de alguns dos seus filiados, dentre eles a candidata a deputada federal nas últimas eleições, Dileta Corrêa da Silva.

Segundo organizadores da reunião, Dileta se identificou e assinou a lista de presença com nome falso e fez postagens ao vivo em redes sociais adjetivando professores e funcionários daquela instituição de ensino de “comunistas” como pode ser visto abaixo.

 

Por conta do noticiário do Página 3 a respeito dos fatos, Dileta antecipou que irá processar o jornal.

A nota de repúdio segue reproduzida abaixo.


 

Publicidade

Publicidade