Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Projeto que regulariza os comissionados já tem 22 emendas

Previsão é que votação aconteça amanhã

Segunda, 1/10/2018 13:42.
Reprodução.
Portal da Câmara não facilita o trabalho de quem busca informações sobre o andamento dos projetos.

Publicidade

O projeto que recria cerca de uma centena e meia de cargos comissionados extintos por decisão judicial na prefeitura de Balneário Camboriú está na pauta da Câmara de Vereadores de amanhã (2)e já acumula 22 emendas.

Quase a totalidade foi elaborada pelo vereador Nilson Probst, mas o sistema da Câmara mostra como co-autor o deputado Omar Tomalih que na verdade elaborou duas emendas.

As emendas melhoram o projeto do Executivo que parece ter sido feito não pensando na cidade em longo prazo e sim no nome do cabo eleitoral que ocupará a vaga assim que for criada.

A maior parte das emendas exige maior escolaridade do ocupante do cargo.

Uma delas, do vereador Omar, prevê que as atribuições eminentemente técnicas são exclusivas de servidores efetivos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução.
Portal da Câmara não facilita o trabalho de quem busca informações sobre o andamento dos projetos.
Portal da Câmara não facilita o trabalho de quem busca informações sobre o andamento dos projetos.

Projeto que regulariza os comissionados já tem 22 emendas

Previsão é que votação aconteça amanhã

Publicidade

Segunda, 1/10/2018 13:42.

O projeto que recria cerca de uma centena e meia de cargos comissionados extintos por decisão judicial na prefeitura de Balneário Camboriú está na pauta da Câmara de Vereadores de amanhã (2)e já acumula 22 emendas.

Quase a totalidade foi elaborada pelo vereador Nilson Probst, mas o sistema da Câmara mostra como co-autor o deputado Omar Tomalih que na verdade elaborou duas emendas.

As emendas melhoram o projeto do Executivo que parece ter sido feito não pensando na cidade em longo prazo e sim no nome do cabo eleitoral que ocupará a vaga assim que for criada.

A maior parte das emendas exige maior escolaridade do ocupante do cargo.

Uma delas, do vereador Omar, prevê que as atribuições eminentemente técnicas são exclusivas de servidores efetivos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade