Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Pinho Moreira pediu em Brasília dinheiro para o centro de eventos

Investimento de R$ 100 milhões ficará sem uso porque faltaram R$ 20 milhões

Quinta, 22/3/2018 13:15.
Arquivo Página 3.

Publicidade

A assessoria do vice-governador no exercício do cargo de governador Eduardo Pinho Moreira informou que ele se reuniu ontem com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para pedir R$ 20 milhões que faltam para concluir o centro de eventos de Balneário Camboriú.

A nota informa que o dinheiro já havia sido autorizado pelo presidente Michel Temer, mas a autorização orçamentária não foi repassada ao Ministério do Turismo.

Após se reunir com Padilha, Pinho Moreira teve audiência com o próprio Temer, mas a verdade é que o centro de eventos, uma obra que já ultrapassou R$ 100 milhões em investimentos, não tem perspectiva de funcionar enquanto não liberarem os R$ 20 milhões.

Segundo o governo estadual esse dinheiro é necessário para adquirir ar-condicionado, geradores e outros equipamentos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Arquivo Página 3.

Pinho Moreira pediu em Brasília dinheiro para o centro de eventos

Investimento de R$ 100 milhões ficará sem uso porque faltaram R$ 20 milhões

Publicidade

Quinta, 22/3/2018 13:15.

A assessoria do vice-governador no exercício do cargo de governador Eduardo Pinho Moreira informou que ele se reuniu ontem com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, para pedir R$ 20 milhões que faltam para concluir o centro de eventos de Balneário Camboriú.

A nota informa que o dinheiro já havia sido autorizado pelo presidente Michel Temer, mas a autorização orçamentária não foi repassada ao Ministério do Turismo.

Após se reunir com Padilha, Pinho Moreira teve audiência com o próprio Temer, mas a verdade é que o centro de eventos, uma obra que já ultrapassou R$ 100 milhões em investimentos, não tem perspectiva de funcionar enquanto não liberarem os R$ 20 milhões.

Segundo o governo estadual esse dinheiro é necessário para adquirir ar-condicionado, geradores e outros equipamentos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade