Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Proposta que revoga título de cidadão catarinense concedido a Lula será analisada hoje

Terça, 10/4/2018 9:36.
O deputado estadual Maurício Eskudlark

Publicidade

Via Assessoria de Imprensa

Está na pauta de votações da Comissão de Constituição e Justiça o projeto de lei, de autoria do deputado estadual Maurício Eskudlark (PR), que revoga o título de cidadão catarinense concedido ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça é o deputado Mauro de Nadal.

O título de cidadão catarinense concedido a Lula foi aprovado em 2008. Na época, Eskudlark ainda não estava na Assembleia Legislativa. Mas assim que soube da concessão, o parlamentar se mostrou contrário à proposta.

“Desde que soube que o Lula receberia o título de cidadão catarinense, fiquei surpreso. Fui procurado por muita gente e recebi centenas de mensagens da população que está indignada. Não concordo com isso. Não podemos conceder uma honraria como esta a uma pessoa condenada e presa”, destaca Eskudlark.

Para que o título seja revogado, de fato, o projeto de lei precisa ser aprovado pela maioria dos parlamentares. Com a aprovação no Parlamento, a proposta passa a vigorar após a sanção do governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
O deputado estadual Maurício Eskudlark
O deputado estadual Maurício Eskudlark

Proposta que revoga título de cidadão catarinense concedido a Lula será analisada hoje

Publicidade

Terça, 10/4/2018 9:36.

Via Assessoria de Imprensa

Está na pauta de votações da Comissão de Constituição e Justiça o projeto de lei, de autoria do deputado estadual Maurício Eskudlark (PR), que revoga o título de cidadão catarinense concedido ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça é o deputado Mauro de Nadal.

O título de cidadão catarinense concedido a Lula foi aprovado em 2008. Na época, Eskudlark ainda não estava na Assembleia Legislativa. Mas assim que soube da concessão, o parlamentar se mostrou contrário à proposta.

“Desde que soube que o Lula receberia o título de cidadão catarinense, fiquei surpreso. Fui procurado por muita gente e recebi centenas de mensagens da população que está indignada. Não concordo com isso. Não podemos conceder uma honraria como esta a uma pessoa condenada e presa”, destaca Eskudlark.

Para que o título seja revogado, de fato, o projeto de lei precisa ser aprovado pela maioria dos parlamentares. Com a aprovação no Parlamento, a proposta passa a vigorar após a sanção do governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade