Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Trump me fez um alienígena, diz campeão que nasceu na Somália
Divulgação.

Segunda, 30/1/2017 5:35.

(UOL/FOLHAPRESS) - O corredor britânico Mo Farah criticou neste domingo (29) a política adotada pelo presidente americano Donald Trump de impedir a entrada de refugiados islâmicos nos EUA.

Nascido na Somália, Farah corre o risco de não poder entrar nos EUA, onde mora. Isso porque os cidadãos do país, de maioria muçulmana, podem ser impedidos de desembarcar em território americano. Trump alega querer minimizar a ameaça terrorista. Imigrantes de Síria, Iraque, Irã, Sudão, Líbia e Iêmen também deverão ser barrados na fronteira dos EUA nos próximos 90 dias

"No dia 1º de janeiro, a Rainha [da Inglaterra], me fez cavaleiro da realeza. No dia 27, Donald Trump parece ter me tornado um alienígena", escreveu Farah numa rede social.

Farah é o maior vencedor do atletismo britânico. Tem quatro medalhas de ouro olímpicas. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Negócios

Outras três empresas aguardam autorização 


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Conselho Comunitário de Segurança Náutica e Cidadania de Balneário Camboriú


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Trump me fez um alienígena, diz campeão que nasceu na Somália

Divulgação.
Segunda, 30/1/2017 5:35.

(UOL/FOLHAPRESS) - O corredor britânico Mo Farah criticou neste domingo (29) a política adotada pelo presidente americano Donald Trump de impedir a entrada de refugiados islâmicos nos EUA.

Nascido na Somália, Farah corre o risco de não poder entrar nos EUA, onde mora. Isso porque os cidadãos do país, de maioria muçulmana, podem ser impedidos de desembarcar em território americano. Trump alega querer minimizar a ameaça terrorista. Imigrantes de Síria, Iraque, Irã, Sudão, Líbia e Iêmen também deverão ser barrados na fronteira dos EUA nos próximos 90 dias

"No dia 1º de janeiro, a Rainha [da Inglaterra], me fez cavaleiro da realeza. No dia 27, Donald Trump parece ter me tornado um alienígena", escreveu Farah numa rede social.

Farah é o maior vencedor do atletismo britânico. Tem quatro medalhas de ouro olímpicas. 

Publicidade

Publicidade