Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Novos vereadores de Balneário se reúnem hoje pela primeira vez

Segunda, 16/1/2017 6:29.

Os vereadores de Balneário Camboriú se reunirão hoje às 18h, pela primeira vez na nova legislatura, para votar o projeto de reajuste salarial do funcionalismo.

A proposta do prefeito, que convocou extraordinariamente a Câmara para votar o projeto, é reajuste de 8,77%, portanto 2,77% acima da inflação oficial medida pelo IBGE que ficou em 6,29%.

A proposta de reajuste também ficou acima do IGP-M (7,19%) e do INPC (6,58%).

Até a manhã desta segunda-feira o prefeito não havia enviado para a Câmara a proposta de reajuste do magistério que é calculada e votada em separado.

Esse reajuste leva em conta o investimento do governo federal no Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e o percentual anunciado por Brasília é 7,64%, portanto inferior ao que o município pretende pagar aos demais funcionários

É possível que esse projeto seja enviado à Câmara durante o dia porque não teria sentido convocar outra sessão extraordinária. A folha de pagamentos precisa ser fechada por volta do dia 20.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Novos vereadores de Balneário se reúnem hoje pela primeira vez

Segunda, 16/1/2017 6:29.

Os vereadores de Balneário Camboriú se reunirão hoje às 18h, pela primeira vez na nova legislatura, para votar o projeto de reajuste salarial do funcionalismo.

A proposta do prefeito, que convocou extraordinariamente a Câmara para votar o projeto, é reajuste de 8,77%, portanto 2,77% acima da inflação oficial medida pelo IBGE que ficou em 6,29%.

A proposta de reajuste também ficou acima do IGP-M (7,19%) e do INPC (6,58%).

Até a manhã desta segunda-feira o prefeito não havia enviado para a Câmara a proposta de reajuste do magistério que é calculada e votada em separado.

Esse reajuste leva em conta o investimento do governo federal no Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e o percentual anunciado por Brasília é 7,64%, portanto inferior ao que o município pretende pagar aos demais funcionários

É possível que esse projeto seja enviado à Câmara durante o dia porque não teria sentido convocar outra sessão extraordinária. A folha de pagamentos precisa ser fechada por volta do dia 20.
 

Publicidade

Publicidade