Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Achutti quer novas regras para imóveis que mudarem de uso
Google.
Via Gastronômica tem trânsito ruim em certas horas.

Segunda, 20/2/2017 7:42.

O vereador Marcelo Achutti (PP) apresentou projeto prevendo que os estudos de impacto de trânsito, impacto de vizinhança e outros que venham a ser criados devem ser refeitos cada vez que um imóvel sofrer mudança de uso.

A atenção do vereador foi despertada na última reunião do Conselho da Cidade quando foi apresentado o projeto de um “mercado gastronômico”, composto por dezenas de pequenos boxes.

Esse mercado seria feito na Via Gastronômica, uma avenida movimentada que faz ligações com a Vila Real, Municípios e Camboriú, 

A falta de detalhes durante a apresentação do empreendimento aos conselheiros da cidade levou à desconfiança que no local poderia funcionar um camelódromo ou coisdsa parecida.

A dúvida surgiu também pelo fato do dono do terreno ser proprietário de um negócio desse tipo em Brusque, com grande impacto de trânsito, o que seria catastrófico se ocorresse na Via Gastronômica.

A proposta do vereador é logica porque os impactos de trânsito e vizinhança podem mudar completamente com o tipo de uso do imóvel, mas a legislação municipal não tem mecanismos prevendo essas situações.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Achutti quer novas regras para imóveis que mudarem de uso

Google.
Via Gastronômica tem trânsito ruim em certas horas.
Via Gastronômica tem trânsito ruim em certas horas.
Segunda, 20/2/2017 7:42.

O vereador Marcelo Achutti (PP) apresentou projeto prevendo que os estudos de impacto de trânsito, impacto de vizinhança e outros que venham a ser criados devem ser refeitos cada vez que um imóvel sofrer mudança de uso.

A atenção do vereador foi despertada na última reunião do Conselho da Cidade quando foi apresentado o projeto de um “mercado gastronômico”, composto por dezenas de pequenos boxes.

Esse mercado seria feito na Via Gastronômica, uma avenida movimentada que faz ligações com a Vila Real, Municípios e Camboriú, 

A falta de detalhes durante a apresentação do empreendimento aos conselheiros da cidade levou à desconfiança que no local poderia funcionar um camelódromo ou coisdsa parecida.

A dúvida surgiu também pelo fato do dono do terreno ser proprietário de um negócio desse tipo em Brusque, com grande impacto de trânsito, o que seria catastrófico se ocorresse na Via Gastronômica.

A proposta do vereador é logica porque os impactos de trânsito e vizinhança podem mudar completamente com o tipo de uso do imóvel, mas a legislação municipal não tem mecanismos prevendo essas situações.

Publicidade

Publicidade