Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

15 políticos catarinenses acusados pela "farra das passagens"

Segunda, 7/11/2016 9:33.

São 15 os políticos catarinenses denunciados na semana passada pela Procuradoria da República acusados de usar a verba de passagens aéreas da Câmara dos Deputados para fazer turismo e não para se deslocar entre o local de moradia, Santa Catarina, e a Capital Federal. No total são 443 ex-deputados federais e número só não é maior porque aqueles que têm foro privilegiado não estão incluídos na denúncia.

O uso indevido dos bilhetes aéreos ficou conhecido sete anos atrás como a farra das passagens, numa séria de reportagens do portal Congresso em Foco. Todos os acusados se dissertam inocentes e agora caberá à justiça decidir se aceita ou não a denúncia.

De Santa Catarina foram acusados Ângela Amin, Fernando Coruja Agustini, Cláudio Vignatti, Djalma Berger, Gervásio Silva, Ivan Ranzolin, João Alberto Pizzolatti Junior, João Matos, José Carlos Vieira, Leodegar Tiscoski, Nelson Goetten de Lima, Odacir Zonta, Paulo Afonso Evangelista Vieira, Paulo Gouvêa e Paulo Roberto Barreto Bornhausen.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

15 políticos catarinenses acusados pela "farra das passagens"

Segunda, 7/11/2016 9:33.

São 15 os políticos catarinenses denunciados na semana passada pela Procuradoria da República acusados de usar a verba de passagens aéreas da Câmara dos Deputados para fazer turismo e não para se deslocar entre o local de moradia, Santa Catarina, e a Capital Federal. No total são 443 ex-deputados federais e número só não é maior porque aqueles que têm foro privilegiado não estão incluídos na denúncia.

O uso indevido dos bilhetes aéreos ficou conhecido sete anos atrás como a farra das passagens, numa séria de reportagens do portal Congresso em Foco. Todos os acusados se dissertam inocentes e agora caberá à justiça decidir se aceita ou não a denúncia.

De Santa Catarina foram acusados Ângela Amin, Fernando Coruja Agustini, Cláudio Vignatti, Djalma Berger, Gervásio Silva, Ivan Ranzolin, João Alberto Pizzolatti Junior, João Matos, José Carlos Vieira, Leodegar Tiscoski, Nelson Goetten de Lima, Odacir Zonta, Paulo Afonso Evangelista Vieira, Paulo Gouvêa e Paulo Roberto Barreto Bornhausen.

Publicidade

Publicidade