Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Bizarro: família Pavan ataca Fabrício por areia na Atlântica
Reprodução
Pavan reclamou porque acha que Fabrício deveria estar de pá na mão

Quarta, 2/11/2016 8:46.

O deputado estadual e candidato derrotado a prefeito Leonel Pavan, seu filho e “quase” candidato a prefeito Junior Pavan e sua filha Juliana Pavan von Borstel postaram uma série de comentários no Facebook criticando o prefeito eleito Fabricio Oliveira por não ter se manifestado sobre a areia depositada na Avenida Atlântica pela ressaca.

A manifestação é insólita, Fabrício só será prefeito dentro de dois meses. E a preocupação maior que é o esgotamento pluvial entupido pela areia já foi tratado pelo grupo de transição, composto por representantes do prefeito eleito e do atual, Edson Piriquito.

As críticas da família Pavan que nos últimos oito anos silenciou diante do descalabro administrativo que se abateu sobre Balneário Camboriú indicam que a derrota eleitoral ainda não foi absorvida e que Leonel Pavan continua com o comportamento prepotente que o caracteriza.

Após as postagens alguns leitores fizeram elogios, mas a maioria teceu criticas. Essas postagens foram as seguintes:

Junior Pavan - SOBRE OS EFEITOS RESSACA EM BC ...

É de se estranhar o silêncio do prefeito eleito de Balneário Camboriú, Fabricio de Oliveira que, até agora, não se posicionou sobre as consequências, os efeitos da pós-ressaca do mar que acumulou areia por quase toda extensão da Avenida Atlântica, atingindo também tubulações e que poderá afetar escoamento de água. Assunto, que por sinal, foi objeto de noticiário regional estadual.

Até porque as conseqüências não são só atuais, vão continuar se refletindo na infraestrutura das vias. Vale lembrar que transição de governo municipal inclui bônus e ônus. E pelo que lemos, o atual prefeito já abriu as portas da administração. Isso me faz entender que a transição é troca de informações e de trabalho.

Vale lembrar que é um problema também de toda sociedade local que precisa de um líder, especialmente do eleito, para que seja chamada a colaborar e creio que ninguém se furtaria a isso. Se nós, da sociedade fossemos chamados, no meu caso, por exemplo, poderia ajudar, apesar de ter uma pequena empresa, viabilizando uma maquina para ajudar nos serviços. Nossa cidade merece uma atenção especial, em todos os momentos. Principalmente, de quem foi escolhido para trabalhar. Me desculpem, mas nesse momento difícil o que percebo é omissão.

Juliana Pavan von Borstel - Junior Pavan, Pelo jeito nem o atual e nem o futuro prefeito estão interessados em resolver o problema. Falta sim posição de ambos os lados. Gostem ou não! Aceitem ou não! A realidade é essa minha gente. Hoje já é terça feira e vocês já pararam para pensar quando isso vai ser resolvido? Sabemos que não podemos ir contra a vontade e força da natureza. E poderá sim, vir coisa pior pela frente. Mas dai como ficaremos? De braços cruzados? Esperando novamente? Eiiiiii nossa temporada está aí e o ano encerra dia 31 de dezembro... E como fica depois? Nós moradores queremos uma posição, seja de quem for. Qualquer coisa, mas o que não pode é ficar nisso... Num NADA. Fico triste quando passo pela avenida atlântica e vejo o estado que ela ficou... Domingo à noite me deu uma tristeza em ver aquilo.... O que Fico admirada, é com o posicionamento e indignação de alguns qnd estamos cobrando SIM um posicionamento referente ao que pode ser feito agora e obviamente, o que farão no futuro. Já disse: fiquem felizes ou não, aceitem ou não mas a realidade é esta.

Leonel Pavan - Quem se propõem a ser líder , tem que estar pronto para o trabalho a qualquer momento , especialmente em momentos difíceis como este , e neste caso precisaria estar junto pra tomar decisões , e infelizmente o prefeito eleito da impressão que ignora o está pouco se preocupando com o ocorrido . Vamos trabalhar a moleza acabou.

Leonel Pavan - Deverá surgir alguém , que ainda vai nos criticar por cobrar a participação do prefeito eleito, mas na verdade , se eu pudesse e tivesse a autoridade que já tem o eleito, estava com a pá na mão.

Para ler as postagens dos Pavans no Facebook clique aqui.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Editais

Renovação de Licença Ambiental de Operação


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Bizarro: família Pavan ataca Fabrício por areia na Atlântica

Reprodução
Pavan reclamou porque acha que Fabrício deveria estar de pá na mão
Pavan reclamou porque acha que Fabrício deveria estar de pá na mão
Quarta, 2/11/2016 8:46.

O deputado estadual e candidato derrotado a prefeito Leonel Pavan, seu filho e “quase” candidato a prefeito Junior Pavan e sua filha Juliana Pavan von Borstel postaram uma série de comentários no Facebook criticando o prefeito eleito Fabricio Oliveira por não ter se manifestado sobre a areia depositada na Avenida Atlântica pela ressaca.

A manifestação é insólita, Fabrício só será prefeito dentro de dois meses. E a preocupação maior que é o esgotamento pluvial entupido pela areia já foi tratado pelo grupo de transição, composto por representantes do prefeito eleito e do atual, Edson Piriquito.

As críticas da família Pavan que nos últimos oito anos silenciou diante do descalabro administrativo que se abateu sobre Balneário Camboriú indicam que a derrota eleitoral ainda não foi absorvida e que Leonel Pavan continua com o comportamento prepotente que o caracteriza.

Após as postagens alguns leitores fizeram elogios, mas a maioria teceu criticas. Essas postagens foram as seguintes:

Junior Pavan - SOBRE OS EFEITOS RESSACA EM BC ...

É de se estranhar o silêncio do prefeito eleito de Balneário Camboriú, Fabricio de Oliveira que, até agora, não se posicionou sobre as consequências, os efeitos da pós-ressaca do mar que acumulou areia por quase toda extensão da Avenida Atlântica, atingindo também tubulações e que poderá afetar escoamento de água. Assunto, que por sinal, foi objeto de noticiário regional estadual.

Até porque as conseqüências não são só atuais, vão continuar se refletindo na infraestrutura das vias. Vale lembrar que transição de governo municipal inclui bônus e ônus. E pelo que lemos, o atual prefeito já abriu as portas da administração. Isso me faz entender que a transição é troca de informações e de trabalho.

Vale lembrar que é um problema também de toda sociedade local que precisa de um líder, especialmente do eleito, para que seja chamada a colaborar e creio que ninguém se furtaria a isso. Se nós, da sociedade fossemos chamados, no meu caso, por exemplo, poderia ajudar, apesar de ter uma pequena empresa, viabilizando uma maquina para ajudar nos serviços. Nossa cidade merece uma atenção especial, em todos os momentos. Principalmente, de quem foi escolhido para trabalhar. Me desculpem, mas nesse momento difícil o que percebo é omissão.

Juliana Pavan von Borstel - Junior Pavan, Pelo jeito nem o atual e nem o futuro prefeito estão interessados em resolver o problema. Falta sim posição de ambos os lados. Gostem ou não! Aceitem ou não! A realidade é essa minha gente. Hoje já é terça feira e vocês já pararam para pensar quando isso vai ser resolvido? Sabemos que não podemos ir contra a vontade e força da natureza. E poderá sim, vir coisa pior pela frente. Mas dai como ficaremos? De braços cruzados? Esperando novamente? Eiiiiii nossa temporada está aí e o ano encerra dia 31 de dezembro... E como fica depois? Nós moradores queremos uma posição, seja de quem for. Qualquer coisa, mas o que não pode é ficar nisso... Num NADA. Fico triste quando passo pela avenida atlântica e vejo o estado que ela ficou... Domingo à noite me deu uma tristeza em ver aquilo.... O que Fico admirada, é com o posicionamento e indignação de alguns qnd estamos cobrando SIM um posicionamento referente ao que pode ser feito agora e obviamente, o que farão no futuro. Já disse: fiquem felizes ou não, aceitem ou não mas a realidade é esta.

Leonel Pavan - Quem se propõem a ser líder , tem que estar pronto para o trabalho a qualquer momento , especialmente em momentos difíceis como este , e neste caso precisaria estar junto pra tomar decisões , e infelizmente o prefeito eleito da impressão que ignora o está pouco se preocupando com o ocorrido . Vamos trabalhar a moleza acabou.

Leonel Pavan - Deverá surgir alguém , que ainda vai nos criticar por cobrar a participação do prefeito eleito, mas na verdade , se eu pudesse e tivesse a autoridade que já tem o eleito, estava com a pá na mão.

Para ler as postagens dos Pavans no Facebook clique aqui.

Publicidade

Publicidade