Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Secretariado de Edson Piriquito terá várias mudanças a partir de hoje
Reprodução

Quarta, 30/3/2016 9:13.

Nesta quarta-feira (30) os nomeados em cargos de confiança na prefeitura de Balneário Camboriú que pretendem concorrer a vereador na eleição de outubro deixarão seus cargos por exigência da legislação eleitoral. Com isso, um governo que já não é grande coisa com os titulares, atuará com os reservas durante os próximos seis meses.

Não se sabe quem deixará as funções e os nomes dos substitutos, mas é certo que Arlindo Cruz (Obras); Marcos Kurtz (Esportes), Osnilda “Nena” Amorim (Meio Ambiente) e Ademar Schneider (Turismo) sairão. Marcelo Achutti (Emasa) sairá no dia 2 e o secretário do Planejamento Fábio Flôr pode esperar mais dois meses porque concorrerá a prefeito e não a vereador.

Os novos secretários provavelmente se dedicarão pouco às funções específicas já que o propósito do governo municipal agora é fazer o sucessor, usando a máquina pública nos limites do que a legislação permite.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Secretariado de Edson Piriquito terá várias mudanças a partir de hoje

Reprodução
Quarta, 30/3/2016 9:13.

Nesta quarta-feira (30) os nomeados em cargos de confiança na prefeitura de Balneário Camboriú que pretendem concorrer a vereador na eleição de outubro deixarão seus cargos por exigência da legislação eleitoral. Com isso, um governo que já não é grande coisa com os titulares, atuará com os reservas durante os próximos seis meses.

Não se sabe quem deixará as funções e os nomes dos substitutos, mas é certo que Arlindo Cruz (Obras); Marcos Kurtz (Esportes), Osnilda “Nena” Amorim (Meio Ambiente) e Ademar Schneider (Turismo) sairão. Marcelo Achutti (Emasa) sairá no dia 2 e o secretário do Planejamento Fábio Flôr pode esperar mais dois meses porque concorrerá a prefeito e não a vereador.

Os novos secretários provavelmente se dedicarão pouco às funções específicas já que o propósito do governo municipal agora é fazer o sucessor, usando a máquina pública nos limites do que a legislação permite.

Publicidade

Publicidade