Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Maioria do STF aprova afastamento de Cunha
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Quinta, 5/5/2016 17:48.

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu agora há pouco manter a decisão do ministro Teori Zavascki que determinou a suspensão do mandato parlamentar do deputado federal Eduardo Cunha e o afastamento dele da presidência da Câmara.

Até o momento, seis dos 11 ministros acompanharam o relator, Teori Zavascki. Os votos foram proferidos pelos ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber; Luiz Fux e Dias Toffoli.

Mais cedo, o ministro Teori Zavascki determinou a suspensão do mandato parlamentar do deputado federal Eduardo Cunha e o afastamento da presidência da Câmara. O ministro atendeu a um pedido liminar do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Nível da água piorou de ontem para hoje é possível que continuem os desvios para lavouras 


Geral

É o terceiro município mais transparente de Santa Catarina


Cidade


Equilíbrio

Cerimônia será no Parque Unipraias


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Maioria do STF aprova afastamento de Cunha

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Quinta, 5/5/2016 17:48.

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu agora há pouco manter a decisão do ministro Teori Zavascki que determinou a suspensão do mandato parlamentar do deputado federal Eduardo Cunha e o afastamento dele da presidência da Câmara.

Até o momento, seis dos 11 ministros acompanharam o relator, Teori Zavascki. Os votos foram proferidos pelos ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber; Luiz Fux e Dias Toffoli.

Mais cedo, o ministro Teori Zavascki determinou a suspensão do mandato parlamentar do deputado federal Eduardo Cunha e o afastamento da presidência da Câmara. O ministro atendeu a um pedido liminar do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Publicidade