Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Política
Estrada da Rainha: Auri terá que pagar multa

A prefeitura não costuma publicar editais de cobrança, mas o fez com Pavoni

Segunda, 16/5/2016 9:28.
Arquivo

Publicidade

O ex-secretário de Planejamento Auri Pavoni foi intimado através de edital publicado na última semana para o pagamento de R$ 104 mil de multa referente à ação civil pública instaurada em 2010, após a polêmica abertura da rua paralela à Estrada da Rainha.

Inicialmente a multa foi aplicada em 2011 pela Justiça local. O réu recorreu, mas em 2013 a multa foi confirmada pelo Tribunal de Justiça. Em 2015, o processo foi retomado e só agora emitido o edital.

Auri foi denunciado por improbidade administrativa pelo Ministério Público por supostamente ter usado seu cargo na prefeitura para possibilitar a abertura da rua paralela à Estrada da Rainha com pretexto de melhorar o escoamento de tráfego no local, mesmo sendo proprietário de uma das construtoras que se beneficiaria com a obra.

Exceção à regra

A prefeitura não costuma publicar editais de cobrança, mas não só o fez com Pavoni, como colocou que ele tem endereço fiscal e residencial incerto e não sabido, o que é uma inverdade.

Auri até pouco tempo fazia parte do governo, mas agora figura como oposição, pelo PDT.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Arquivo

Estrada da Rainha: Auri terá que pagar multa

A prefeitura não costuma publicar editais de cobrança, mas o fez com Pavoni

Publicidade

Segunda, 16/5/2016 9:28.

O ex-secretário de Planejamento Auri Pavoni foi intimado através de edital publicado na última semana para o pagamento de R$ 104 mil de multa referente à ação civil pública instaurada em 2010, após a polêmica abertura da rua paralela à Estrada da Rainha.

Inicialmente a multa foi aplicada em 2011 pela Justiça local. O réu recorreu, mas em 2013 a multa foi confirmada pelo Tribunal de Justiça. Em 2015, o processo foi retomado e só agora emitido o edital.

Auri foi denunciado por improbidade administrativa pelo Ministério Público por supostamente ter usado seu cargo na prefeitura para possibilitar a abertura da rua paralela à Estrada da Rainha com pretexto de melhorar o escoamento de tráfego no local, mesmo sendo proprietário de uma das construtoras que se beneficiaria com a obra.

Exceção à regra

A prefeitura não costuma publicar editais de cobrança, mas não só o fez com Pavoni, como colocou que ele tem endereço fiscal e residencial incerto e não sabido, o que é uma inverdade.

Auri até pouco tempo fazia parte do governo, mas agora figura como oposição, pelo PDT.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade