Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

PDT sairá do governo Piriquito e terá candidato a prefeito
Reprodução/Facebook
Decisão foi tomada nesta terça, em reunião do diretório

Quarta, 27/1/2016 10:46.

O diretório do PDT de Balneário Camboriú decidiu na noite desta terça-feira (26) que desembarcará do governo Edson Piriquito e lançará candidatura própria a prefeito. O escolhido foi Auri Pavoni, ex-secretário do planejamento no atual e no governo anterior.

A saída do PDT implica no desligamento do secretário de ação social Marcelo Luis Camargo que preside o partido no município e de outros dois filados que trabalham na administração.

Auri nunca concorreu a cargo eletivo, sua participação em dois governos foi técnica. Ele coordenou no governo Spernau os estudos que possibilitaram ao governo Piriquito ter dinheiro de sobra, arrecadado junto à construção civil, para investimentos em infra-estrutura, principalmente mobilidade urbana.

O ex-secretário critica a forma como foi conduzida a revisão do Plano Diretor que, segundo ele, insiste numa matriz econômica da construção civil, fadada à exaustão.

A entrada de Auri na disputa qualifica tecnicamente o processo eleitoral principalmente no confronto dele com o candidato do governo, Fábio Flôr já que este último não tem formação em urbanismo, engenharia etc.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Fabrício Oliveira é acusado de omissão em relação ao loteamento clandestino Vila Fortaleza


Política


Cidade

Devido a declarações falsas, BC Port é alvo de investigação 


Cidade

Vice-prefeito quer estudar o assunto com mais cuidado 


Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

PDT sairá do governo Piriquito e terá candidato a prefeito

Reprodução/Facebook
Decisão foi tomada nesta terça, em reunião do diretório
Decisão foi tomada nesta terça, em reunião do diretório
Quarta, 27/1/2016 10:46.

O diretório do PDT de Balneário Camboriú decidiu na noite desta terça-feira (26) que desembarcará do governo Edson Piriquito e lançará candidatura própria a prefeito. O escolhido foi Auri Pavoni, ex-secretário do planejamento no atual e no governo anterior.

A saída do PDT implica no desligamento do secretário de ação social Marcelo Luis Camargo que preside o partido no município e de outros dois filados que trabalham na administração.

Auri nunca concorreu a cargo eletivo, sua participação em dois governos foi técnica. Ele coordenou no governo Spernau os estudos que possibilitaram ao governo Piriquito ter dinheiro de sobra, arrecadado junto à construção civil, para investimentos em infra-estrutura, principalmente mobilidade urbana.

O ex-secretário critica a forma como foi conduzida a revisão do Plano Diretor que, segundo ele, insiste numa matriz econômica da construção civil, fadada à exaustão.

A entrada de Auri na disputa qualifica tecnicamente o processo eleitoral principalmente no confronto dele com o candidato do governo, Fábio Flôr já que este último não tem formação em urbanismo, engenharia etc.

Publicidade

Publicidade