Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

PDT sairá do governo Piriquito e terá candidato a prefeito

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Reprodução/Facebook
Decisão foi tomada nesta terça, em reunião do diretório

Quarta, 27/1/2016 10:46.

O diretório do PDT de Balneário Camboriú decidiu na noite desta terça-feira (26) que desembarcará do governo Edson Piriquito e lançará candidatura própria a prefeito. O escolhido foi Auri Pavoni, ex-secretário do planejamento no atual e no governo anterior.

A saída do PDT implica no desligamento do secretário de ação social Marcelo Luis Camargo que preside o partido no município e de outros dois filados que trabalham na administração.

Auri nunca concorreu a cargo eletivo, sua participação em dois governos foi técnica. Ele coordenou no governo Spernau os estudos que possibilitaram ao governo Piriquito ter dinheiro de sobra, arrecadado junto à construção civil, para investimentos em infra-estrutura, principalmente mobilidade urbana.

O ex-secretário critica a forma como foi conduzida a revisão do Plano Diretor que, segundo ele, insiste numa matriz econômica da construção civil, fadada à exaustão.

A entrada de Auri na disputa qualifica tecnicamente o processo eleitoral principalmente no confronto dele com o candidato do governo, Fábio Flôr já que este último não tem formação em urbanismo, engenharia etc.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade