Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Auri Pavoni quer ser o próximo prefeito de Balneário Camboriú
Página 3

Terça, 26/1/2016 8:37.

O ex-secretário do planejamento, Auri Pavoni, será candidato a prefeito, possivelmente pelo PDT. Ele confirmou na última semana ao Página 3 que vai concorrer e que conversou com vários pré-candidatos, mas não “fechou” com ninguém até agora.

Aparentemente Auri será candidato de oposição, porque não esconde de ninguém seu desagrado pela forma como seu sucessor na secretaria, Fábio Flôr, conduziu o planejamento, se apropriando de méritos alheios e retardando obras importantes para a cidade.

Ele disse que está preocupado com os destinos do município, em especial com a forma como foi conduzido o Plano Diretor ao longo de 2015, quando a prefeitura impôs regras que insistem numa matriz econômica fadada à exaustão, a da construção civil desenfreada.

Auri foi secretário do planejamento no governo Rubens Spernau, quando revolucionou a forma da prefeitura arrecadar recursos da construção civil. Na administração Edson Piriquito ele colheu os resultados daquelas ideias, mas pagou o preço por trabalhar com um governo desonesto e foi afastado pela justiça, no roldão da Operação Trato Feito.

Hoje

O presidente do PDT local, Luiz Marcelo Camargo, confirmou os entendimentos com Auri e disse que o diretório do partido se reunirá nesta terça-feira para decidir se desembarcará ou continuará aliado ao governo.

Se desembarcar, alguns nomeados em cargo de confiança deverão deixar suas funções a começar pelo próprio Luiz Marcelo, que é secretário de Inclusão Social.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

 Prefeitura começará a internar usuários de drogas


Saúde

 Cidade é área de atenção e apenas 2.500 tomaram a vacina até agora. Doença pode matar.


Geral

O cantor Armandinho organiza o festival, que tem entrada gratuita


Política

Derrota do governo é resposta de Maia à queda de Bebianno


Publicidade


Publicidade


Política

Ele aparentemente fez escolhas erradas em seu caminho político 


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Policia

Gaúcho comeu no restaurante e não tinha dinheiro para pagar


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Auri Pavoni quer ser o próximo prefeito de Balneário Camboriú

Página 3
Terça, 26/1/2016 8:37.

O ex-secretário do planejamento, Auri Pavoni, será candidato a prefeito, possivelmente pelo PDT. Ele confirmou na última semana ao Página 3 que vai concorrer e que conversou com vários pré-candidatos, mas não “fechou” com ninguém até agora.

Aparentemente Auri será candidato de oposição, porque não esconde de ninguém seu desagrado pela forma como seu sucessor na secretaria, Fábio Flôr, conduziu o planejamento, se apropriando de méritos alheios e retardando obras importantes para a cidade.

Ele disse que está preocupado com os destinos do município, em especial com a forma como foi conduzido o Plano Diretor ao longo de 2015, quando a prefeitura impôs regras que insistem numa matriz econômica fadada à exaustão, a da construção civil desenfreada.

Auri foi secretário do planejamento no governo Rubens Spernau, quando revolucionou a forma da prefeitura arrecadar recursos da construção civil. Na administração Edson Piriquito ele colheu os resultados daquelas ideias, mas pagou o preço por trabalhar com um governo desonesto e foi afastado pela justiça, no roldão da Operação Trato Feito.

Hoje

O presidente do PDT local, Luiz Marcelo Camargo, confirmou os entendimentos com Auri e disse que o diretório do partido se reunirá nesta terça-feira para decidir se desembarcará ou continuará aliado ao governo.

Se desembarcar, alguns nomeados em cargo de confiança deverão deixar suas funções a começar pelo próprio Luiz Marcelo, que é secretário de Inclusão Social.

Publicidade

Publicidade