Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Vereadores de Balneário são apontados por nepotismo cruzado

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Divulgação

Quarta, 17/2/2016 11:08.

A primeira sessão do Legislativo de Camboriú, nesta terça-feira (16) foi marcada pela renúncia do vereador Carlos Alexandre Martins, o Xande e por trocas de acusações graves entre edis. O vereador Ângelo César Gervásio (PMDB) acusou os colegas Alexsander Alves Riveiro, o Canídia (PPS) e Antonio Paulo da Silva Neto, o Piteco (PSC) de nepotismo cruzado.

“Eu não denunciei coisas pessoais e sim que a esposa do vereador Canídia ganha 5 mil reais por mês na prefeitura de Balneário em troca a filha de um vereador do Balneário trabalha com ele na Câmara de Vereadores de Camboriú”, declarou Gervásio (foto ao lado) em seu perfil do Facebook.

A esposa de Canídia, Fabiana Eliza Bernz Ribeira, fez concurso para técnico da Fazenda e ficou atrás de 155 candidatos, mas foi lotada em cargo comissionado como diretora financeira e administrativa do Funservir em dezembro de 2015. De acordo com a denúncia, a nomeação aconteceu em troca da filha de Nilson Probst, Emanuelle Cristina Probst Foppa, estar lotada como assessora de gabinete na Câmara de Camboriú.

Probst negou a acusação. Disse que a filha vive em Camboriú com o marido e que conhece Canídia de lá. Ele comentou também que já encaminhou ao Ministério Público exatamente esses esclarecimentos. "A mulher do Canídia já trabalhou na Câmara para outro vereador e tem ligação com o prefeito Piriquito, pois ela e o marido trabalharam na campanha dele. No ano passado o Canídia precisou de alguém no gabinete e inclusive me ligou pedindo se havia alguma objeção, eu falei que não, mas quis deixar claro que não tenho vínculos com isso", afirmou.

E as denúncias continuam

Depois do pronunciamento na Câmara, o vereador Ângelo reiterou a acusação pela internet.

“Eu também denunciei que a esposa do vereador Piteco trabalha na Câmara de Vereadores de Balneário em troca a filha ou parente de um vereador do Balneário trabalha na Câmara de Vereadores de Camboriú”, acusou via rede social.

A esposa de Piteco, Sandra Pereira está lotada como assessora parlamentar no gabinete do vereador de Balneário, Claudir Maciel. 

Segundo Gervásio, em troca, a sobrinha de Claudir, Tania Mara Maciel Nasario seria lotada como coordenadora de gabinete de Piteco em Camboriú. Claudir garantiu à reportagem que não tem ligação com isso, a sobrinha mora em Itajaí, é advogada e segundo ele já teria pedido demissão.

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Educação

A comunidade de toda região está convidada para opinar


Eleições

Ele é surdo e por isso conhece as dificuldades enfrentadas por pessoas em situação semelhante 


Eleições

Em entrevista ao Página 3 ele conta que quer ser deputado do empreendedorismo


Saúde

Destaque para o Dia D contra sarampo e polio  


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade