Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Vereadores defendem redução de 19 para 13 vagas na Câmara de Balneário
Márcio Gonçalves

Terça, 16/2/2016 9:12.

Ganhou força entre os próprios vereadores o movimento para revogar o aumento de 13 para 19 vagas na Câmara de Balneário Camboriú a partir do ano que vem.

Em outubro do ano passado o vereador Claudir Maciel (PSD) levantou a discussão, alegando que a cidade precisa economizar já que o dinheiro abundante arrecadado junto à construção civil, através de adicionais construtivos, não está mais disponível.

Claudir chegou a propor uma audiência pública, até hoje não realizada. Ele disse que são necessárias cinco assinaturas para retomar o assunto.

Na quarta-feira passada o vereador Elizeu Pereira (PR) aderiu, quer 13 vereadores em vez de 19 e disse ao Página 3 que a cidade não necessita de mais representantes.

Também falou em economia, desviar para saúde e educação o dinheiro que seria gasto com mais vereadores.

A assessoria do presidente da Câmara Nilson Probst disse que ele também é favorável, mas não foi possível contato com para confirmar.

Uma mudança na legislação municipal é possível até a época das convenções municipais, em junho.

Marisa diz que o problema é a qualidade

A vereadora Marisa Fernandes disse que é contra reduzir de 19 para 13 porque mais vagas melhoram a chance de novas pessoas entrarem na política, democratizando a participação popular.

Ela garante que o problema não é a quantidade de vereadores e sim a qualidade do debate o que leva as pessoas a considerarem o trabalho da Câmara inútil.

Quanto custa a Câmara

O Legislativo terá neste ano R$ 16,4 milhões para gastar porque a Constituição lhe garante uma parte do orçamento do município.
Com tanto dinheiro predominam o desperdício e o empreguismo e mesmo assim não conseguem gastar tudo, em 2015 sobraram R$ 2,3 milhões que foram devolvidos ao cofre da prefeitura.

É falsa a tese de que com mais ou menos vereadores a Câmara gastará o mesmo. Se as despesas forem menores mais poderá ser devolvido ao patrimônio público.

Por falta de interesse da população nas sessões, o plenário vive às moscas e a TV Câmara tem audiência irrisória, mesmo assim uma das metas do atual presidente, Nilson Probst, é dotar a Câmara de um canal próprio de TV. É uma dessa ideias que só prosperam quando o dinheiro é do povo.

Outros números:

Salário de um vereador: R$ 9.934,24

Quantidade de estagiários indicados politicamente: 18

Quantidade de funcionários indicados politicamente: 79

Quantidade de funcionários concursados: 28.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Política


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Vereadores defendem redução de 19 para 13 vagas na Câmara de Balneário

Márcio Gonçalves
Terça, 16/2/2016 9:12.

Ganhou força entre os próprios vereadores o movimento para revogar o aumento de 13 para 19 vagas na Câmara de Balneário Camboriú a partir do ano que vem.

Em outubro do ano passado o vereador Claudir Maciel (PSD) levantou a discussão, alegando que a cidade precisa economizar já que o dinheiro abundante arrecadado junto à construção civil, através de adicionais construtivos, não está mais disponível.

Claudir chegou a propor uma audiência pública, até hoje não realizada. Ele disse que são necessárias cinco assinaturas para retomar o assunto.

Na quarta-feira passada o vereador Elizeu Pereira (PR) aderiu, quer 13 vereadores em vez de 19 e disse ao Página 3 que a cidade não necessita de mais representantes.

Também falou em economia, desviar para saúde e educação o dinheiro que seria gasto com mais vereadores.

A assessoria do presidente da Câmara Nilson Probst disse que ele também é favorável, mas não foi possível contato com para confirmar.

Uma mudança na legislação municipal é possível até a época das convenções municipais, em junho.

Marisa diz que o problema é a qualidade

A vereadora Marisa Fernandes disse que é contra reduzir de 19 para 13 porque mais vagas melhoram a chance de novas pessoas entrarem na política, democratizando a participação popular.

Ela garante que o problema não é a quantidade de vereadores e sim a qualidade do debate o que leva as pessoas a considerarem o trabalho da Câmara inútil.

Quanto custa a Câmara

O Legislativo terá neste ano R$ 16,4 milhões para gastar porque a Constituição lhe garante uma parte do orçamento do município.
Com tanto dinheiro predominam o desperdício e o empreguismo e mesmo assim não conseguem gastar tudo, em 2015 sobraram R$ 2,3 milhões que foram devolvidos ao cofre da prefeitura.

É falsa a tese de que com mais ou menos vereadores a Câmara gastará o mesmo. Se as despesas forem menores mais poderá ser devolvido ao patrimônio público.

Por falta de interesse da população nas sessões, o plenário vive às moscas e a TV Câmara tem audiência irrisória, mesmo assim uma das metas do atual presidente, Nilson Probst, é dotar a Câmara de um canal próprio de TV. É uma dessa ideias que só prosperam quando o dinheiro é do povo.

Outros números:

Salário de um vereador: R$ 9.934,24

Quantidade de estagiários indicados politicamente: 18

Quantidade de funcionários indicados politicamente: 79

Quantidade de funcionários concursados: 28.
 

Publicidade

Publicidade