Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Balneário Camboriú foi alvo de grande operação da Polícia Civil

Quarta, 20/5/2020 9:42.
Divulgação

Publicidade

Policiais civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul realizaram nesta terça-feira (19) a operação Magna Ópera, com o objetivo de desarticular uma quadrilha de traficantes gaúchos que atuavam há mais de 30 anos entre os dois estados.

Em Balneário Camboriú a polícia encontrou e apreendeu um Mustang GT durante o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em três apartamentos de alto padrão. Também houve buscas em Itapema.

Mais de 100 policiais civis cumpriram 60 mandados de busca e apreensão e efetuaram 10 prisões, tendo como principal foco o Rio Grande do Sul.

Através da investigação, que durou dois anos, foi possível descobrir que os criminosos agiam através de uma rede de operadores financeiros, empresas e ‘laranjas’. Foram quebrados 138 sigilos bancários e fiscais; bloqueadas contas bancárias de 41 investigados, sequestrados de 29 imóveis e 23 veículos.

O total de bens indisponibilizados nesta terça-feira chega a R$ 16.129.327,00.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Balneário Camboriú foi alvo de grande operação da Polícia Civil

Publicidade

Quarta, 20/5/2020 9:42.

Policiais civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul realizaram nesta terça-feira (19) a operação Magna Ópera, com o objetivo de desarticular uma quadrilha de traficantes gaúchos que atuavam há mais de 30 anos entre os dois estados.

Em Balneário Camboriú a polícia encontrou e apreendeu um Mustang GT durante o cumprimento de três mandados de busca e apreensão em três apartamentos de alto padrão. Também houve buscas em Itapema.

Mais de 100 policiais civis cumpriram 60 mandados de busca e apreensão e efetuaram 10 prisões, tendo como principal foco o Rio Grande do Sul.

Através da investigação, que durou dois anos, foi possível descobrir que os criminosos agiam através de uma rede de operadores financeiros, empresas e ‘laranjas’. Foram quebrados 138 sigilos bancários e fiscais; bloqueadas contas bancárias de 41 investigados, sequestrados de 29 imóveis e 23 veículos.

O total de bens indisponibilizados nesta terça-feira chega a R$ 16.129.327,00.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade