Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Mulheres de Balneário Camboriú presas com quadrilha de traficantes internacionais

Quinta, 21/11/2019 7:43.
Divulgação

Publicidade

Uma ex-miss Balneário Camboriú, que tem 23 anos e seria moradora do Bairro das Nações, foi presa ontem (20) por tráfico internacional de drogas. Além dela, uma jovem de 22 anos, que também residia em Balneário, foi detida. As prisões integram a Operação Wanderlust da Polícia Federal, que ocorreu em 10 estados brasileiros.

Segundo a Polícia Federal, as jovens integravam um grupo que é investigado por enviar cocaína para a Europa e trazer haxixe para o Brasil. A quadrilha também recrutava mulheres para atuarem como ‘mulas’. A ex-miss de Balneário seria uma delas, enquanto a outra moça seria a profissional de TI dos criminosos. A PF não quis revelar a identidade das presas.

O líder da quadrilha residia em Caxias do Sul. Era de lá e de Curitiba que a quadrilha recrutava mulheres para transportar as drogas para o exterior. As viagens aconteciam através de diversos aeroportos do Brasil.

As investigações iniciaram em março deste ano e desde então 25 pessoas já haviam sido presas em flagrante, sendo seis delas em Lisboa. Quase duas toneladas de cocaína haviam sido apreendidas.

Nesta quarta-feira foram cumpridos ainda seis mandados de busca e apreensão em Joinville, um em Florianópolis e um em Itapema. Ao todo, 37 pessoas foram presas (nos 10 estados onde a operação foi deflagrada – além de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Amazonas e Distrito Federal).

Estavam previstas apreensões de 40 veículos, entre barcos, caminhões, carros e motocicletas e o sequestro de bens com valor estimado em mais de R$ 10 milhões.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Mulheres de Balneário Camboriú presas com quadrilha de traficantes internacionais

Publicidade

Quinta, 21/11/2019 7:43.

Uma ex-miss Balneário Camboriú, que tem 23 anos e seria moradora do Bairro das Nações, foi presa ontem (20) por tráfico internacional de drogas. Além dela, uma jovem de 22 anos, que também residia em Balneário, foi detida. As prisões integram a Operação Wanderlust da Polícia Federal, que ocorreu em 10 estados brasileiros.

Segundo a Polícia Federal, as jovens integravam um grupo que é investigado por enviar cocaína para a Europa e trazer haxixe para o Brasil. A quadrilha também recrutava mulheres para atuarem como ‘mulas’. A ex-miss de Balneário seria uma delas, enquanto a outra moça seria a profissional de TI dos criminosos. A PF não quis revelar a identidade das presas.

O líder da quadrilha residia em Caxias do Sul. Era de lá e de Curitiba que a quadrilha recrutava mulheres para transportar as drogas para o exterior. As viagens aconteciam através de diversos aeroportos do Brasil.

As investigações iniciaram em março deste ano e desde então 25 pessoas já haviam sido presas em flagrante, sendo seis delas em Lisboa. Quase duas toneladas de cocaína haviam sido apreendidas.

Nesta quarta-feira foram cumpridos ainda seis mandados de busca e apreensão em Joinville, um em Florianópolis e um em Itapema. Ao todo, 37 pessoas foram presas (nos 10 estados onde a operação foi deflagrada – além de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraíba, Amazonas e Distrito Federal).

Estavam previstas apreensões de 40 veículos, entre barcos, caminhões, carros e motocicletas e o sequestro de bens com valor estimado em mais de R$ 10 milhões.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade