Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Operação em Goiás mira ex-governador tucano e acha mala com RS 800 mil
EBC.

Quinta, 28/3/2019 12:01.

MARCELO TOLEDO
RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Cinco pessoas foram presas temporariamente pela Polícia Federal nesta quinta-feira (28) numa operação em Goiás contra supostas fraudes em licitações e desvios de verbas da Saneago (Companhia de Saneamento de Goiás). Uma mala com cerca de R$ 800 mil foi apreendida na casa de um dos presos.

O ex-governador de Goiás José Eliton (PSDB) é um dos alvos dos oito mandados de busca e apreensão da Operação Decantação 2.
Segundo a Polícia Federal, as irregularidades foram cometidas por dirigentes da empresa de saneamento, empresários e agentes públicos entre 2012 e 2016.

Os mandados de prisão e de busca foram expedidos pela 11ª Vara Federal de Goiás. Foram presos Luiz Alberto de Oliveira (ex-chefe de gabinete), Gisella Silva de Oliveira Albuquerque (filha de Oliveira), Eduardo Pereira da Costa, Nilvane Tomás de Sousa Costa (ambos empresários) e Robson Borges Salazar (ex-diretor da Saneago).

A mala com R$ 800 mil estava na casa de Gisella. Mais R$ 1 milhão foi achado no carro de seu pai.

Além das prisões, a Justiça também determinou o bloqueio de 65 imóveis, avaliados em R$ 35 milhões.

A ação desta quinta-feira é reflexo de outra, de 2016, que descobriu desvio de R$ 4,5 milhões na companhia de saneamento, com indícios de direcionamento de licitação.

Ainda de acordo com a investigação, parte dos valores pagos no contrato eram enviados à chefia de gabinete do então governador, Marconi Perillo.

Já Eliton, segundo a Polícia Federal, teria usado, por diversas vezes, um avião que pertencia a uma das empresas beneficiadas pelos contratos.

Os envolvidos responderão pelos crimes de associação criminosa, peculato, corrupção passiva e ativa, fraudes em processos licitatórios e lavagem de dinheiro.

A operação foi batizada de Decantação por ser o processo que separa elementos durante o tratamento da água. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Operação em Goiás mira ex-governador tucano e acha mala com RS 800 mil

EBC.

Publicidade

Quinta, 28/3/2019 12:01.

MARCELO TOLEDO
RIBEIRÃO PRETO, SP (FOLHAPRESS) - Cinco pessoas foram presas temporariamente pela Polícia Federal nesta quinta-feira (28) numa operação em Goiás contra supostas fraudes em licitações e desvios de verbas da Saneago (Companhia de Saneamento de Goiás). Uma mala com cerca de R$ 800 mil foi apreendida na casa de um dos presos.

O ex-governador de Goiás José Eliton (PSDB) é um dos alvos dos oito mandados de busca e apreensão da Operação Decantação 2.
Segundo a Polícia Federal, as irregularidades foram cometidas por dirigentes da empresa de saneamento, empresários e agentes públicos entre 2012 e 2016.

Os mandados de prisão e de busca foram expedidos pela 11ª Vara Federal de Goiás. Foram presos Luiz Alberto de Oliveira (ex-chefe de gabinete), Gisella Silva de Oliveira Albuquerque (filha de Oliveira), Eduardo Pereira da Costa, Nilvane Tomás de Sousa Costa (ambos empresários) e Robson Borges Salazar (ex-diretor da Saneago).

A mala com R$ 800 mil estava na casa de Gisella. Mais R$ 1 milhão foi achado no carro de seu pai.

Além das prisões, a Justiça também determinou o bloqueio de 65 imóveis, avaliados em R$ 35 milhões.

A ação desta quinta-feira é reflexo de outra, de 2016, que descobriu desvio de R$ 4,5 milhões na companhia de saneamento, com indícios de direcionamento de licitação.

Ainda de acordo com a investigação, parte dos valores pagos no contrato eram enviados à chefia de gabinete do então governador, Marconi Perillo.

Já Eliton, segundo a Polícia Federal, teria usado, por diversas vezes, um avião que pertencia a uma das empresas beneficiadas pelos contratos.

Os envolvidos responderão pelos crimes de associação criminosa, peculato, corrupção passiva e ativa, fraudes em processos licitatórios e lavagem de dinheiro.

A operação foi batizada de Decantação por ser o processo que separa elementos durante o tratamento da água. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade