Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

PM fecha bingo na Avenida Atlântica em Balneário Camboriú
Divulgação

Quarta, 27/3/2019 11:18.

Na noite de ontem (26) a Polícia Militar fechou um bingo que funcionava em um prédio na Avenida Atlântica. Apenas uma jovem estava no local e foi encaminhada à delegacia.

Através de denúncias, os policiais ficaram sabendo da situação.

O local foi monitorado e verificada uma movimentação suspeita de entrada e saída dos possíveis jogadores.

Chegando ao apartamento, os PMs anunciaram sua presença várias vezes, mas foram ignorados. Segundo eles, era possível ouvir o barulho das máquinas caça níqueis e passos pelo local.

Como não foram atendidos, os policiais arrombaram a porta do apartamento, flagrando 13 máquinas em funcionamento.

No local estava apenas uma mulher, L.A.S, 19 anos, que se apresentou como a gerente do local.

Todas as máquinas foram abertas e nenhum dinheiro foi encontrado no interior delas, porém com a jovem estava a quantia de R$ 400, que ela informou se tratar do dinheiro da jogatina.

Foram apreendidas 13 placas-mãe, 13 noteiros, 13 monitores, 10 cadeiras de plástico branca, R$400 em dinheiro e um caderno com anotações da contabilidade. L.A.S. foi encaminhada à delegacia. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

PM fecha bingo na Avenida Atlântica em Balneário Camboriú

Divulgação

Publicidade

Quarta, 27/3/2019 11:18.

Na noite de ontem (26) a Polícia Militar fechou um bingo que funcionava em um prédio na Avenida Atlântica. Apenas uma jovem estava no local e foi encaminhada à delegacia.

Através de denúncias, os policiais ficaram sabendo da situação.

O local foi monitorado e verificada uma movimentação suspeita de entrada e saída dos possíveis jogadores.

Chegando ao apartamento, os PMs anunciaram sua presença várias vezes, mas foram ignorados. Segundo eles, era possível ouvir o barulho das máquinas caça níqueis e passos pelo local.

Como não foram atendidos, os policiais arrombaram a porta do apartamento, flagrando 13 máquinas em funcionamento.

No local estava apenas uma mulher, L.A.S, 19 anos, que se apresentou como a gerente do local.

Todas as máquinas foram abertas e nenhum dinheiro foi encontrado no interior delas, porém com a jovem estava a quantia de R$ 400, que ela informou se tratar do dinheiro da jogatina.

Foram apreendidas 13 placas-mãe, 13 noteiros, 13 monitores, 10 cadeiras de plástico branca, R$400 em dinheiro e um caderno com anotações da contabilidade. L.A.S. foi encaminhada à delegacia. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade