Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Detentos da penitenciária da Canhanduba fizeram reféns no domingo

Segunda, 25/3/2019 9:06.

Cinco detentos do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, que fica no Bairro Canhanduba, em Itajaí, fizeram três reféns, no domingo (24). As vítimas, que foram rendidas ainda de tarde, só foram libertadas à noite.

Segundo o Departamento Estadual de Administração Penal (DEAP SC) os reféns são agentes penitenciários terceirizados, da empresa Montesino. Tudo começou às 14h, e os presos estavam com armas feitas de azulejo. O DEAP informou ainda que o caso foi isolado e que não houve rebelião.

A Polícia Militar também auxiliou na ocorrência, isolando o Complexo até a chegada da juíza da Vara de Execução Penal de Itajaí, Cláudia Ribas Marinho, que esteve no local por volta das 19h. Foi somente neste momento que os presos liberaram os reféns.

A presença da juíza foi um dos pedidos dos presos e foi a ‘solução’ para o impasse. Não foram divulgadas quais as outras solicitações feitas pelos detentos,

Os reféns não foram feridos e os presos envolvidos devem ser transferidos para outras unidades prisionais. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Detentos da penitenciária da Canhanduba fizeram reféns no domingo

Publicidade

Segunda, 25/3/2019 9:06.

Cinco detentos do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, que fica no Bairro Canhanduba, em Itajaí, fizeram três reféns, no domingo (24). As vítimas, que foram rendidas ainda de tarde, só foram libertadas à noite.

Segundo o Departamento Estadual de Administração Penal (DEAP SC) os reféns são agentes penitenciários terceirizados, da empresa Montesino. Tudo começou às 14h, e os presos estavam com armas feitas de azulejo. O DEAP informou ainda que o caso foi isolado e que não houve rebelião.

A Polícia Militar também auxiliou na ocorrência, isolando o Complexo até a chegada da juíza da Vara de Execução Penal de Itajaí, Cláudia Ribas Marinho, que esteve no local por volta das 19h. Foi somente neste momento que os presos liberaram os reféns.

A presença da juíza foi um dos pedidos dos presos e foi a ‘solução’ para o impasse. Não foram divulgadas quais as outras solicitações feitas pelos detentos,

Os reféns não foram feridos e os presos envolvidos devem ser transferidos para outras unidades prisionais. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade