Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Homem que matou jovem no Carnaval de Balneário foi preso em Itapema

Quarta, 13/3/2019 7:53.

Um homem de 31 anos, que acumulava mais de 40 passagens pela polícia e estava foragido por um homicídio ocorrido no Carnaval em Balneário Camboriú, foi preso na tarde de terça-feira (12) em Itapema.

Policiais militares em rondas pela Rua 920D, no Bairro Meia Praia, em Itapema, avistaram o homem que aparecia nas filmagens atirando contra Brayan Brizola, 18 anos, que morreu no local. O

crime aconteceu na madrugada do dia 02 de março, em um bar na Avenida Central.

No momento da abordagem o sujeito, identificado como G.H.A.F., estava com um saco plástico com seus pertences e esperava um moto táxi.

Com apoio da Polícia Civil, os policiais militares conseguiram prendê-lo, já que ele estava com prisão preventiva decretada.

G. H. A. F. possui 41 boletins de ocorrência por crimes como porte ilegal de arma, tráfico de drogas e fuga da prisão,

Ele é investigado por outro homicídio que teria cometido quando ainda era adolescente. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Homem que matou jovem no Carnaval de Balneário foi preso em Itapema

Publicidade

Quarta, 13/3/2019 7:53.

Um homem de 31 anos, que acumulava mais de 40 passagens pela polícia e estava foragido por um homicídio ocorrido no Carnaval em Balneário Camboriú, foi preso na tarde de terça-feira (12) em Itapema.

Policiais militares em rondas pela Rua 920D, no Bairro Meia Praia, em Itapema, avistaram o homem que aparecia nas filmagens atirando contra Brayan Brizola, 18 anos, que morreu no local. O

crime aconteceu na madrugada do dia 02 de março, em um bar na Avenida Central.

No momento da abordagem o sujeito, identificado como G.H.A.F., estava com um saco plástico com seus pertences e esperava um moto táxi.

Com apoio da Polícia Civil, os policiais militares conseguiram prendê-lo, já que ele estava com prisão preventiva decretada.

G. H. A. F. possui 41 boletins de ocorrência por crimes como porte ilegal de arma, tráfico de drogas e fuga da prisão,

Ele é investigado por outro homicídio que teria cometido quando ainda era adolescente. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade