Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Bolsonaro manda PF investigar laranjas e diz que Bebianno pode 'voltar às origens'
Wladimir Platonow.

Quinta, 14/2/2019 8:00.

(FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admitiu a possibilidade da saída do ministro Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral) caso comprovado seu envolvimento no esquema de candidaturas laranjas do PSL.

"Se estiver envolvido e, logicamente, responsabilizado, lamentavelmente o destino não pode ser outro a não ser voltar às suas origens", afirmou em entrevista exibida pelo Jornal da Record nesta quarta-feira (13) e gravada ainda no Hospital Albert Einstein, antes de receber alta.

Bolsonaro afirmou ainda que determinou à Polícia Federal que investigue o caso e deu carta branca ao ministro Sergio Moro (Justiça) para apurar qualquer tipo de crime sobre corrupção e lavagem de dinheiro em seu governo.

O presidente também evitou generalizar a crise envolvendo o PSL por conta do esquema. "É uma minoria do partido que está envolvida nesse tipo de operação."

A revelação do esquema de candidaturas laranjas do PSL provocou uma crise no governo de Jair Bolsonaro, alavancada pelo ataque do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, a Bebianno, que presidiu o partido no ano passado, inclusive durante o período eleitoral. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Negócios

Outras três empresas aguardam autorização 


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Conselho Comunitário de Segurança Náutica e Cidadania de Balneário Camboriú


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Bolsonaro manda PF investigar laranjas e diz que Bebianno pode 'voltar às origens'

Wladimir Platonow.
Quinta, 14/2/2019 8:00.

(FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admitiu a possibilidade da saída do ministro Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral) caso comprovado seu envolvimento no esquema de candidaturas laranjas do PSL.

"Se estiver envolvido e, logicamente, responsabilizado, lamentavelmente o destino não pode ser outro a não ser voltar às suas origens", afirmou em entrevista exibida pelo Jornal da Record nesta quarta-feira (13) e gravada ainda no Hospital Albert Einstein, antes de receber alta.

Bolsonaro afirmou ainda que determinou à Polícia Federal que investigue o caso e deu carta branca ao ministro Sergio Moro (Justiça) para apurar qualquer tipo de crime sobre corrupção e lavagem de dinheiro em seu governo.

O presidente também evitou generalizar a crise envolvendo o PSL por conta do esquema. "É uma minoria do partido que está envolvida nesse tipo de operação."

A revelação do esquema de candidaturas laranjas do PSL provocou uma crise no governo de Jair Bolsonaro, alavancada pelo ataque do vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, a Bebianno, que presidiu o partido no ano passado, inclusive durante o período eleitoral. 

Publicidade

Publicidade